domingo, 24 de janeiro de 2010

Programação normal e o melhor da viagem




Bom, chegou o dia da viagem.



Uma coisa legal pra se fazer, nos dias de hoje, com tantas mudanças - tanto das companhias aéreas como climáticas - é consultar o site da Infraero pra saber se seu voo tá na hora, sem atraso, se tá tudo normal...

http://www.infraero.com.br/

Você vai procurar à esquerda da página, no alto, Voos on line. Aí, você dará as informações pedidas pra Chegadas ou Partidas.

Mais uma conferida na bolsa de mão: documentos, grana, cartões ...

Se vai de táxi pro aeroporto, vale, também, conferir a reserva já feita antes. Nada de surpresas inconvenientes nessa hora.

No aeroporto, não fui investigada nem revistada hora nenhuma; nem em BH nem no Rio. Em BH, a única diferença foi perguntarem onde eu ia ficar em Paris, com endereço e tudo. Escrevi o endereço num papel, mas nada foi feito com ele, nao anotaram nada. Me pediram pra ver o bilhete de volta e, como não tinha imprimido, pedi pra olharem no computador mas, ficou por isso mesmo, ninguém olhou.


Como preví, a chuvarada no Rio atrasou meu voo e só saimos de BH quase 10 da noite. Se eu tivesse deixado pra comprar alguma coisa no Rio, teria me ferrado. Foi a conta de sair de um avião e cair no outro (já falei sobre isso em outro post. Deixar pra fazer compras no Free Shop pode ser uma roubada).
Voo tranquilo, serviço bem legal da TAM, atendimento e rango, pessoal de bordo muito gentil.

Chegando em Paris, tinha vários policiais bem na saída do avião, olhando o passaporte de todos e mandando alguns ficarem de lado, sei lá porquê. Não acho que seja todo dia, imagino que estavam procurando alguém em especial. Tinha um mané com um papel na mão e olhava pro papel e olhava pro povo tipo "cara crachá". Sei lá quem estavam procurando.

A novidade em Roissy eram várias portas, ao longo dos corredores do aeroporto, como as portas de banco; redondas e com travas. A cada 40 metros, no máximo, tinha uma. E as pessoas tem que esperar pra passar. Achei interessante porque, havendo qualquer problema, bloqueando as portas, ninguém entra ninguém sai.
Ninguém se deu ao trabalho de olhar minhas malas, nem as malas de outras pessoas. Não estava carregando nada comprometedor, mas, minhas malas, eram um verdadeiro supermercado, uma delas, principalmente, de chocolate a doce de leite, de pão-de-queijo em pó a caldo Knor, de guaraná a azeite de dendê. Como diz uma amiga minha "o povo vai pro primeiro mundo, mas não vive sem as coisas do terceiro"...rs.
Amigos me esperando no aeroporto, sorrisos, abraços, raclete na chegada... Só alegria.
Hoje, já saí cedinho de Paris e estou agora nos Alpes Franceses. Objetivo da viagem: vim visitar uma grande amiga. Começo a falar essa semana sobre o lugar onde me encontro. Lindo e perto de Megeve, Chamonix. E uma estação de esqui.
Espero, também, já estar controlando melhor meu noutibuki porque, teclado francês sem acento, fica difícil de rolar.

No mais, Paris com aquele tempo normal da estação, nublado e chuvinha fina, 4 graus quando cheguei à tarde. Bem boa a temperatura!

Ainda estou meio tonta e não sei se tá tendo nexo o que escrevo. Vocês me ajudem na compreensão.
Por melhor que seja a viagem, sair de 30 graus e cair na neve, deixa qualquer um tontim, tontim.

9 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Iêda Amada
Tá felizzzz aí no gelo, né? Como é mesmo que cê diz? Quiném pinto no lixo rsrsrs?
Beijuuss n.c. e lembre-se: V.V.V.V.

www.toforatodentro.blogspot.com

Anônimo disse...

Tal e qual Regis. E garrada na proza com minha copine.
bjins

Clara Lopez disse...

Oi, essas portas por onde passou tem no aeroporto Charles De Gaulle também?
Merci, e um abraço,
clara lopez

Ieda Dias disse...

Essas portas sao no aeroporto Charles de Gaulle Clara.
bjins

Clara Lopez disse...

Desculpe a ignorância, mas ele fica em Roissy ("A novidade em Roissy eram várias portas")?
merci,
clara

Ieda Dias disse...

Roissy é o nome da cidade onde fica o aeroporto Charles de Gaulle; E nao é ignorancia. Ninguém sabe tudo.
bjins

Clara Lopez disse...

Merci, Ieda, aguardo seus ótimos relatos dessa que parece ser uma ótima viagem.
Se vc tiver vontade, e houver oportunidade de comentar isso, eu queria muito saber: é complicado achar a saído do aeroporto? Já estive em Paris uma vez, mas vim de trem de outra cidade e voltei de trem, nunca passei pelo Charles de Gaulle, dá para se perder?
um abraço, e merci,
clara

Ieda Dias disse...

Clara nao tem como se perder. Tem muita placa de indicação. Se bem entendi, vc vai sair do aeroporto e pegar um carro?É isso? Se nao for acho tranquilo tanto vc vir pra cidade de metro, se nao tiver bagagem pesada, como de taxi, na boa.Se quiser, me mande imeio falando onde vai ficar que te digo como chegar lá
bjins

Clara Lopez disse...

Obaaa! Te mando hoje, tô saindo agora mas volto..:)
beijo, merci,
clara

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...