quarta-feira, 24 de março de 2010

Não somos menos letrados, temos mais sol.







Sempre escuto ou leio que, nós brasileiros, lemos pouco ou quase nada, não gostamos de livros, não compramos livros, etc e tal.

Sou a maior defensora do nosso povo (e aproveito pra me defender junto...rs).

Lembrei desse assunto porque aprendi, aqui na Europa, a gostar de jogos (ler eu sempre gostei) : jogos caseiros - infantis ou não - jogos de montar, quebra-cabeças, cartas, qualquer um...

Toda casa aqui tem uma estante cheia deles; pra todas as idades e pra todos os gostos.
Quando rola o papo de "Se você ganhasse muita grana na loteria, o que faria?" entre trocentas coisas, eu digo que teria uma sala de jogos em casa. Sala grandona com muitas mesas, ping-pong, sinuca e mesas pra duplas ou mais pessoas. Teria um bar fabuloso com qualquer coisa que a gente quisesse beber e uma cozinha com um seu zé pilotando o fogão direto. Pensem se não seria o máximo: "Hoje é dia de jogatina, cambada! Não precisa levar nada." Venham todos. Sonha Alice! Enquanto o sonho não se realiza, voltemos aos jogos possíveis e à leitura.

Estamos saindo do inverno, já quase não tem neve, mas continua frio e ontem teve uma chuva fininha, gelada. Quem vai sair pra rua com um tempo desse? Quem se habilita a passear? Só mesmo turista, porque o taxímetro tá rodando em Euro e ele não pode perder tempo. Mas o nativo, não sai nem morto. Vai fazer o que então com o seu tempo pra lazer? Ler ou jogar. Sacaram?

Esse tempo danado, dura de outubro a abril. Imaginem o tanto de livro que não dá pra ler nesse tempo e o tanto de jogo que não dá pra jogar?

Aí, a gente pula pro Brasil e vão entender minha defesa. A tentação começa logo cedo. Sol estourando mamona às 6 da matina. Convite pra sair de casa é o que não falta.

Sol gritando lá fora, meninada jogando bola na rua, no campinho do bairro, nas praças, na praia, as garotas com biquinis de babar, gatos mostrando corpos de morrer de inveja e ódio, cerveja gelada, rir das pessoas, sentados num bar de esquina ou de beira de praia, andar de bicicleta, nadar no clube, ou na lagoa, ou no rio. Praia linda, quentinha, neguinho só faltando colocar na sua boca o camarão torradinho ou o queijo derretendo, quem vai querer saber de ficar sentadinho lendo um livro? Quem, a não ser o pobre vestibulando ? Mesmo assim, porque é obrigado.

Du-vi-dê-ó-dó que esse povo daqui iria ser letrado como é, se tivesse o sol e o calor que temos.

Podem vir pra tirar a prova. Basta ter uma nesga de sol, que neguinho põe as manguinhas de fora pra absorver um tico de vitamina D.
E, em dia de sol mesmo, as praças, praias e ruas ficam lotadaças, sem lugar pra pisar. Todos aproveitando enquanto o Brás é tesoureiro, porque sabem que essa moleza não vai ser como ser tesoureiro do PT. Aproveitar pra sempre. Não. Aqui tem tempo certo. Esta alegria não dura muito.

Obs.: Esse jogo que coloquei aí em cima - o Lynx - é meu último vício. "Cambada, tô levando pra gente jogar, aproveitando o nosso inverno rigoroso que vai chegar". Ixe! Lembrei! Com a Copa do Mundo em julho, vou ter que jogar comigo própria por muito tempo. Mas, se achar por aí, compre. É muito bom ! Pode jogar de criança ao vovô.

8 comentários:

Anônimo disse...

É verdade quanto aos jogos e ao tempo aí na frança, ieda, mas aqui no brasil podia-se ler mais pq nada impede que se leve um livro pra onde está o sol - praia, parque, whatever, mas a escolaridade, o hábito, o subtudo torna isso muito difícil.
beijo,
clara

Ieda Dias disse...

Vero Clara...mas vamos e venhamos...mesmo na praia ficar de olho num livo no Brasil, não é fácil...rs
bjins

Regina Rozenbaum disse...

Amada: já jogou RUMIKUBE? Então já fica combinado, jogatina com copa e na copa, de preferência com muitas delícias prá gente ir saboreando, bebericando e gritando goooooooolllllll do Brasil il il il.
Beijuuss n.c.

www.toforatodentro.blogspot.com

Ieda Dias disse...

Fechadíssimo darling! Vou e apresentar ao Lynx. Tô chegano!
bjins

José Luiz Foureaux de Souza Júnior disse...

Leva o jogo por strópicos. Em julho, a cambada com os olhos grudados na telinha, eu e você jogando e rindo...
Por falar em sol: Croácia é na Europa, e nem parece. O sol sai, a cambada também. Literalmente. Mesmo com o ventinho friozinho renitente.. Ai, ai...
beijinho

Ieda Dias disse...

Fechado. Arranjei parceiro.
bjins

Luiz Cpesar disse...

Realmente é verdade. Ficar dentro de casa em dia de sol chamando pra cerveja é difícil. Gosto desta sua teoria para a pouca cultura dos trópicos. Fica uma pergunta amada mestra: Isto é um prêmio ou um castigo dos deuses?

Ieda Dias disse...

Querido amigo, acho que pode marcar coluna do meio...rs
bjis

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...