terça-feira, 26 de outubro de 2010

Organizando pra viagem - Causus do Zé

Eita Brasil! Só rindo!

Bão, a minha próxima viagem, daqui a dez dias, não é nenhuma excursão, mas como vamos ser sete pessoas e como eu já conheço o caminho das pedras, acabou que fiquei com a responsabilidade de organizar algumas coisas. Quis coisas?
Reservar hotel em Israel, mandar imeio pro Kibbutz que eu trabalhei avisando que tamo chegando e queremos almoçar lá, me informar sobre quais lugares precisamos de visto, se temos que tomar algum tipo de vacina, e porrai vai. Ah! E ler anotando tudo que for interessante, do Guia de Israel do Lonely Planet. Só 468 páginas.
Já vou respondendo a estas perguntas e ao mesmo tempo você vai anotando pra quando for, se não tiver mudado alguma regra, facilitar pra você.

Reservei o Hotel em TelAviv pelo http://www.booking.com/ , e pra Jerusalém, já tenho uma dica super legal de um Convento Guest House. Não reservei, porque como não costumo viajar com dia e hora marcada, não sei quando vamos pra lá. De TelAviv vamos pra Jordânia conhecer Petra e depois pro Egito  conhecer o Cairo. Só na volta vamos pro Hotel de Jerusalém, que é o Rosary Convent Guest House and Hostel.
Pra Israel não precisamos de visto, pra Jordânia o visto é conseguido na fronteira e pro Egito também. Pra estes dois vamos por terra.
Pro Egito precisa ter vacina contra febre amarela. Aí é que entra o Zé, um dos companheiros de viagem. Se você leu os Causus do Zé aqui no blog, já pode imaginar como vai ser essa jornada. Como fui vacinada no ano passado pra ir pra Índia, tava com tudo fresquinho na idéia. Mandei imeio pra turma, avisando onde tomar a vacina, e aconselhando a fazer como faço. Grampeio na capa do passaporte este tipo de documento. Junto com nota fiscal de lepitopi, essas coisas. Pra não correr o risco de sumir.

Ele me liga agora e diz:
-Você não imagina o que aconteceu hoje de manhã comigo!
- Meu Jesus, lá vem bomba.
- Que foi?
Vamos ver se decorei tudo.
Antes dele sair do trabalho, ligou pro telefone que eu indiquei, do lugar onde tomar a vacina.
- Alô, vocês aplicam vacina contra febre amarela, ai?
- Sim sr.
- Mas emitem aquele certificado de vacinação internacional?
- Não, Sr. O Sr. teria que tomar a vacina e depois ir a ANVISA para emissão do certificado.

Então ele resolveu ligar para a empresa de turismo, que é usada pela empresa que ele trabalha, pra ver se teria outro local que aplicava a vacina e já emitia o dito certificado internacional. Foi informado que seria na Av. Afono Pena ou no Aeroporto de Confins. Confins, sem chance. Muito longe.
Baixou pra Av. Afonso Pena, pegou a senha e esperou por longos 45 minutos.
- Senha 35, guiche dois por favor.
- Bom dia. Vim tomar a vacina contra a febre amarela para viagem internacional.
- O Sr. já tomou a vacina?
- Já sim. Há 10 anos atrás. Já venceu.
- Pois, então, o Sr. tem que vacinar novamente.
- Pois é, por isto que estou aqui. Quero vacinar.
- Sr., aqui não vacina, só emite o certificado.
- Ahn? Ué e onde vacina?
- Qualquer posto de saúde...
- E qual o mais perto?
- Na Paraíba (mesmo local onde havia telefonado antes) ou Alameda Ezequiel Dias...
Baixou pra Paraiba. Pegou a senha e esperou por uma 1 longa hora e 35 minutos,  no relógio.
- Senha 23, pode entrar.
A enfermeira:
- Pois nao?
- Vacina para febre amarela.
- O Sr. vai viajar pra onde?
- Egito.
- OK. Temos também a triviral, embora não exigida a gente recomenda. Quer tomar?
- Ué, vai fazer mal não?
- Claro que não.
- Então tá.
- Temos também a antitetânica. O Sr. tomou recentemente?
- Não me lembro.
- Mais de 10 anos?
- Deve ter sido, pois não me lembro.
- Então também recomendamos. Vai que o Sr. se corte.
- OK.
- E a Poliomielite ? - indaga a enfermeira.
- Ué, não é aquela do Zé Gotinha?
- É.
- Mas Sra. vou fazer 53 anos de idade...
- Tem problema não, é de graça e na língua. Só três gotinhas.
- Ué, então tá.
Confere a enfermeira.
- Então vejamos: uma no braço direito, outra no braço esquerdo, três gotinhas na língua e a quarta no bumbum.
- Certo.
Assim foi feito. De graça até injeção na veia. E na bunda.
- Braço direito, braço esquerdo. Abra a boca.
- Sr, poderia descer a calça?
Ele desceu a calça até o joelho e debruçou na mesa.
A enfermeira falou demonstrando controle total:
- Sr., por favor, somente 4 dedinhos abaixo da cintura...
 Fazer o quê, né?

http://www.lonelyplanet.fr/

Tá pensando em viajar? Faça uma comparação de preços de passagens e hotéis e veja dicas das cidades. Clique aqui e comprove ( e eu ainda ganho uns $$$...rs )

2 comentários:

Susi disse...

Ieda, adoro seus causos, coitado do Zé,andou pra la e pra ca, foi quase uma novela. Menina, mas vc vai cair no mundo de novo? Oh delicia!!

Ieda Dias disse...

Susi, e vou de novo em janeiro pra pertinho de vc. Quem sabe a gente não se encontra? Seria chic demais!
bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...