terça-feira, 9 de novembro de 2010

Fotografando o dia-a-dia do povo em NY. No caso, o povo hoje sou eu.


Hoje, fui matar as saudades de Astória e da Steinway, que é uma rua comercial que já percorri diversas vezes, quando morava vizinha dela, e sempre volto lá quando venho a NY. Adoro! É realmente um passeio por um bairro da cidade. Tava chuviscando, mas as flores estavam lá, firmonas na calçada, esperando pra serem levadas pra alguma casa ou escritório ou hospital. Prontinhas pra enfeitar e dar alegria.




A banca de legumes e verduras fica no passeio, você mesmo coloca na sacola e vai lá dentro pra pagar.



Tá com pressa e indo correndo pro trabalho? Não é desculpa pra não comer uma frutinha que já vem cortadinha do tamanho de uma bocada, e tem palito de madeira servindo de garfo. Geladinha.


A primeira vez que vi servir fruta assim, foi na Tailândia. Fiquei encantada!

Estes aí tavam na maior farra, esperando também alguém que os levasse pra casa. O mais saliente, quando me viu parar, se animou todo...tadim...só uma foto e bye bye.


Não sei porquê este tava numa gaiola separada dos outros. Quem entende de cachorro deve saber.


Dona Cher e Dona Aguilera vão fazer show no Thanksgiving...sorry, não poderei ir, estarei em Israel...he...he...he....Cartaz na estação do metrô.


Desci esta escadona indo pras profundezas do metrô e, quando entrei no vagão, alguns me olharam com cara de: "mais uma maluca na cidade!"


Passei contando os assentos: são 76 lugares sentados em cada vagão, mas cabe um milhão de pessoas em pé na hora do sufoco. Cada trem tem 10 vagões. Enooorrrme! O bilhete pra andar, quantas vezes você quiser, de metrô ou ônibus, durante 1 semana, tá custando 27 dólares. Se você vai pegar muito o trem, vale à pena. Pagando avulso, sai muito caro.
Amanhã conto o meu segundo mico, com o cartão do metrô.


Esta louça, a coisa mais linda do mundo, achei numa loja da Steinway.


Um bule deste não convida prum chazinho com bolo ?



Pra turma que gosta de sanduba, a cidade oferece muita opção. Estes carrinhos são encontrados em toda esquina. O cheiro tava bom.


No meio de carrinho de cachorro quente, MacDonald's e lojas de tralhas vindas da China, surge uma Victoria's Secret. Procê ver o que não faz uma boa propaganda; dá o maior glamour pra uma loja que é comum e simples e, se não fosse pela placa conhecida, passaria totalmente desapercebida. Entrei pra dar uma olhada, tem coisas legais, mas não é nenhuma Brastemp. Às vezes, acho alguma coisa legal pra comprar pra mim.


Já chegando, aqui na esquina de casa, achei estes dois chinesinhos ganhando uns dólares, enfiando lata de refrigerante vazia nas máquinas. A máquina quase não acompanhava na contagem, devido à rapidez com que eles enfiavam as latinhas no buraco...de centavo em centavo...Tem lugar pra colocar vidro, plástico e latinha.




O jornaleiro fica fechadinho dentro da banca de revistas, se protegendo do frio e só coloca a mãozinha pra fora, pra pegar a grana.

E fim! Cheguei em casa, fiz uma bela de uma salada, comi com pão integral e suco de laranja Tropicana, que eu adoro, e agora postei aqui pra você e, até amanhã com mais NY.


Tá pensando em viajar? Faça uma comparação de preços de passagens e hotéis e veja dicas das cidades. Clique aqui e comprove ( e eu ainda ganho uns $$$...rs )

15 comentários:

regina disse...

Adorei "nosso" passeio.
Até amanhã
bjs

Anônimo disse...

Oi quérida
Vou fazer um comentário que tentei fazer ontem (mas errei alguma coisa) que talvez possa ajudar sua amiga Maga e você na questão da ausência de imagens na igreja ortodoxa. Segundo já li, o imperio romano do oriente, cujo centro era Bizâncio, que virou Constantinopla e depois Istambul, adotou uma concepção completamente abstrata das entidades religiosas, de forma que as mesmas nunca podiam ser identificadas com as coisas terrenas. Em função disso a arte bizantina não aceitava representações próximas da realidade para as divindades como por exemplo as imagens. Os teólogos dessa igreja eram iconoclastas e no final das contas causaram o desemprego daqueles que trabalhavam com arte religiosa. Muitos foram para o ocidente onde suas obras eram aceitas. Tem mais mas não vou falar prá não cansar as meninas. Bjs

Ieda Dias disse...

Ai, eu adorei...pode contar mais...engracado que nao aceitam imagens mas aceitam fotos,pinturas e mosaicos de humanos...muito doido....pode contar mais que publico num post.Adoro.
brigadim e mil beijos

Kátia Flávia disse...

Ieda, vc está se revelando uma excelente fotógrafa. Estão lindas as fotos. Às vezes não dá tempo de comentar, mas estou lendo seu blog todos os dias e adorando. Aproveito para vijar com vc. Bjs e saudades.

Ieda Dias disse...

E a andacao continua por hoje, Regina....boravamo..
bjos, bjos

Anônimo disse...

Completando então. As fotos pinturas e mosaicos obedecem a um padrão de representação da divindade. Se vc voltar na igreja repare que os rostos não expressam sentimentos, são lindos mas estáticos. Os pés das pessoas nunca estão no chão porque elas são etéreas, espiritos apenas. O fundo é sempre dourado para dar à divindade um valor absoluto, atemporal. Agora, as imagens são tridimensionais, isto é, não se pode ignorar suas caracterísitcas humanas. Existe imagem de um homem sem bunda por exemplo? Não tem. É uma arte lindíssima mas anti-natural. Ufa! Cansou? Beijim. Márcia

Ieda Dias disse...

Que bom que vc ta gostando donaKatia...hj vou fazer um circuito mais fashion...vou procurar lugares que os consumistas gostam, tipo Macy's, lojas mais suntuosas...la vou eu.
bjos, bjos

Ieda Dias disse...

Amei amiga...nada como ter colega letrada e culta...adorei o pitaco. Escreve sobre historia da arte em um blog meu bem...eu ia ser leitora assidua e carregava um batalhao comigo.
bjos bjos

regina disse...

Adorei a aula!!!

Ieda Dias disse...

Ta vendo que nao to mentindo!...olhe a Regina ai...
bjos, bjos

Maga. disse...

Legal, Márcia. A Iêda vai viajando e a gente tb no meio da cultura por onde ela anda, né? Aí me empolguei c o significado dos ícones.Como já pintei um quadro da sagrada família bizantina,me interessei.A cabeça é gde, fora de proporções, p dar alusão à inteligência e sabedoria.O rosto quase sempre frontal, numa atitude de oração, de perfil seria como a figura n atingisse a santidade.A boca fina pq a verdadeira oração se faz em silêncio, as orelhas n aparecem pois simbolizam os sons ausentes do mundo, devendo atender ao chamado de Deus.Os olhos sempre gdes, desproporcionais ao rosto p revelar a verdade, teu olho é uma lâmpada, enquando o nariz fino p captar o odor do sagrado.
E por aí vai, mt interessante.Coisa p mt estudo , né?
Brigadim vcs todas
bjo

Ieda Dias disse...

Eita Maga, olhaí o povo se revelando...muito bom...adorei s significados...
bjos bjos

Anônimo disse...

É isso aí Maga! São belíssimos. Gosto em especial dos mosaicos. Bjs a todas.

Ieda Dias disse...

Criancas, aguardem as fotos de Jerusalem....se Deus quiser, vou arrasar...a cidade tem tudo pra ser fotografada...
bjos

Anônimo disse...

Também estou por aqui no passeio, e na escuta da maga, muito bons ambos ::))
beijo,
clara

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...