sábado, 31 de dezembro de 2011

Feliz peneirada em 2012 pra todos nós!!!

Bem que 2.012 poderia nos dar de presente mais compreensão entre os homens. Quando todos entenderem, que quanto mais a gente se mistura melhor fica, a vida se tornará muito mais alegre. Vai ser uma peneirada de conhecimentos, cultura, vivências. Cada um peneira o que não agrada e fica com o melhor de cada um.
Ô sonho!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Por que ninguem traz o Francis pra nós?

Olhe só que delícia de voz, que piano mais delicado, e quando toca violão melhora mais ainda! Por que os produtores brasileiros não trazem gente boa como o Francis Cabrel pra cantar pra gente?

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Quem pensa que o Brasil não é um país sério, é porque nunca foi ao Iraque!


Quem acompanha o blog tá acostumado, mas você que chegou agora vai dizer:
- Claro que isso é invenção! Imaginação muito fértil.
Nada disso. Verdadinha da silva.
Quando trabalhamos no Iraque, assim que entrávamos no país nosso passaporte era confiscado. Chegando ao acampamento entregávamos ao depto pessoal e ele passava pro Serviço de Imigração do país. Lá eles faziam sei lá o que com ele durante um longo tempo e depois nos devolviam.
Uma vez,  antes que ele fosse devolvido pra mim precisei do passaporte pra viajar. Era urgente o assunto, então fui eu mesma ao Serviço de Imigração em Bagdad pra recuperar o danado.
Lá, como aqui, o serviço público era muito moroso. Aquele povão enrro, quer dizer, trabalhando,  e uma demora do cão pra conseguir qualquer coisa.
Cheguei  até a sala que me foi indicada, passei os dados que me pediram e uma moça começou a procurar. Abriu uma gaveta daquelas de correr, onde os passaportes deveriam estar em ordem alfabética, e foi até o fim da minha letra, voltou no começo, começou de A a Z,  de novo de trás pra frente, recomeçou do meio, do meio pra frente, de frente  pra trás, e nada. Procurou em outras gavetas, pastas, pilhas e nada.
Eu já com medo dela desistir e me mandar voltar depois, coisa que seria impossível fazer, porque já ia viajar no dia seguinte, comecei a procurar junto com ela. Tinha a vantagem da capa verde, então todo montinho que eu via, qualquer coisa verde eu mostrava e ela procurava,  e nada!
Já quase no desespero, não sei como nem porque , olhei pro pé da cadeira onde a moça se sentava, e vi quatro passaportes empilhados, calçando pra cadeira não mancar. Dois eram de capa azul, um vermelha e o outro era verde.
Viajei tranquila no dia seguinte.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Horta da luzia



Preenchimento de formulário.

Você já fez algum curso fora da escola?
- Nem 1
Caso não tenha feito, diga o porque
- Não mim tereça
Você pretende continuar morando em Serra Grande? Por que?
- Eu não! Num sou louco.

- Aposentada por validez
- Puxa o tamborim e senta
- Baxeza de prata

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Bate coxa acompanhado de buchada de bode....eitia!!!!

Acrescente a esta misturinha ligth, um calor de 40 graus, muita farinha, suor, saudades de casa, encontro com amigos novos e antigos, muita tapioca, inhame, rede pra descansar, música da melhor qualidade e alegria. Muita alegria.

Saindo de Niterói pra rever a Feira de São Cristovão. A primeira e única vez que lá estive já faz muito tempo. Anos.

A Baia de Guanabara repleta de navios. Tanto de cargueiros quanto de imensos e luxuosos transatlânticos esperando a negada pra viagem de final de ano. Esta foto ficou até parecendo uma invasão. Combate à vista! Pelo trânsito naval e a imensidão de containers nos pátios do porto, dá pra ver que o Brasil que vai pra frente, desta vez parece que tá indo mesmo! Aquela piada de que ele só andava as custas de uma "topada", tá ficando pra trás.

Minhas amigas queridas posando com as compras pra ceia de natal. Muitas flores do CADEG,  mais nozes, pistache, castanhas e toda a parafernália, que faz a gente perder o juízo na noite de Natal. Neste bar nós comemos o famoso bolinho de bacalhau. Indo lá,  não se espante se não encontrar batata. Tem muuuuito bacalhau, sim!
Abastecemos a mesa da ceia e o estômago e rumamos pra Feira de São Cristovão.





Eu fazendo um carinho no seu Lua,  pai da minha paixão de ontem e sempre.

À noite este palco pega fogo. Tem shows com muita cantoria e dança.



Hepatite sem agá, inflamação puxando no erre e sífilis que custei a entender o que seria. Já o stress foi facim...rs


Não conheço todas as bocadas de BH, mas ainda não vi uma placa assim aqui em Belzonte.
Boa demais!
Amei!

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Onde eu possa plantar meus amigos...

Continuando a mostrar nosso passeio no http://www.hortopaubrasil.com.br/ , apresento a você a melhor parte, que é a comilança. E que comilança deliciosa nossos queridos amigos prepararam pra gente. A mesa ficou mais bonita ainda por conta da localização da cozinha comunitária. Um lugar de uma beleza e de uma paz incríveis, comandado pelo Quenji e pelo Julinho, e  agora com a chegada da doce Yá, nem posso imaginar o que vai virar aquilo!
A generosidade com que os funcionários nos receberam,  aqueceu nossa alma e nossa pança. Um beijo e muito obrigada a todos por tudo. E quero voltar, porque por falta de espaço não trouxe meu bonsai de pau brasil. As mudinhas já estão aqui esperando pra irem pro sítio. Cuidarei delas com todo amor e carinho.

Quem resiste a uma batata-doce frita?


Flor de seda...uma beleza!

Quando o Quenji me viu fotografando a  roda d'água  falou:
- Mas ela tá quebrada!
No que eu respondi:
- Por isso a foto fica ainda mais bonita. 

No meio da mata um banco pro descanso e pra meditação. Felizmente não tinha a bicharada voadora que me faz fugir de mato. Eles colaboraram comigo...rs.

Um mar de bonsai de Pau Brasil

Cozinha típica do nosso Brasil caipira.

Não ficou linda a mesa?

Você não pode imaginar a delícia que ficou essa farofa! Pela cor dá pra perceber.

Yá preparando delícias da cozinha japonesa.

Fenda de uma das mesas ao ar livre. Sou louca com musgo!

Sala de refeições tendo a natureza como teto, paredes e chão.

A claraboia no teto de sapé deixa entrar a luz e sair a fumaça do fogão à lenha.



As gamelas esperando pra irem à mesa.

Este furacão em forma de mulher, tem 76 aninhos e é mãe de 23 filhotes, todos vivos. Eu disse, vinte e tres!!! Tem um pique de deixar a gente exausta só de ouvir ela contar do seu dia-a-dia. Louca com um forró e com uma cachacinha. Disse que quer dar uma ajeitada no visual. Como assim? Pra que? Não tá conseguindo dar conta dos fãs! O último namorado que ela mandou sambar tinha 28 anos.
É mole?

Da próxima vez espero que role uma quitanda!

Amei a pia e a torneira da cozinha!






Existe bicho mais folgado do que cachorro? Existe. O gato.

É muda de pau-brasil a perder de vista, pra todo lado que a gente olha

Se tem fumaça na chaminé é sinal que tem comida no fogo


Minha amiga só na prosa com o Quenji...perguntas sem fim. E a cachorrada esperando o almoço

Yá fez uma couve-flor à milanesa de comer de joelhos

sábado, 24 de dezembro de 2011

Parabéns querido aniversariante!

Desejo a todos vocês que estão comigo aqui no blog um Natal cheio de cores, luzes, brilho, viço, perfume, beleza e paz. Nada melhor do que estas maravilhas da natureza, pra simbolizar tudo isto.

FELIZ NATAL QUERIDOS AMIGOS E QUE O ANIVERSARIANTE NOS PROTEJA HOJE E SEMPRE.



























Fotos que fiz  em 23/12/2011 no CADEG - Rio de Janeiro

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...