sexta-feira, 8 de abril de 2011

Uma savoyarde visita as Minas Gerais

E todo mundo sempre se preocupa com o que fazer com uma visita que vai receber em Belo Horizonte. Onde levar? o que comer? Como ela vai se divertir?
Não esquento a cabeça. Mostro o que temos, e todo mundo adora. Minha querida amiga, que mora nos alpes franceses veio passar este mes de abril comigo. Ela tá feliz, e eu nas nuvens.
O melhor de mostrar a cidade da genta pra um visitante,  é que acabamos descobrindo muito da nossa própria cidade.


Você tem reparado a quantidade de flores lindas caindo das árvores neste outono? Os passeio ficam parecendo um tapete. Esta foto foi feita nos jardins da Igreja de São José.


Olhe que maravilha de buquê. Não sei o nome desta flor, mas a cidade tá cheinha dela. Linda também.


Nada melhor pra que o visitante conheça o dia a dia de uma cidade, do que passear pelo centro. Aqui, fomos comer pastel na Galeria do Ouvidor. E tomar caldo de cana. Ela adorou o dois, mas acho o caldo meio doce demais pro paladar francês.


Ainda na Galeria do Ouvidor vendo as bijuterias. A infinidade de cores, e modelos, e gente, e sons, deixou  a francesa, que mora em uma cidadezinha de 400 habitantes, de cabeça tonta. Mas não queria voltar pra casa...rs.


Mais uma parada pra colher fores no chão. Enquanto fotografava cairam outras muitas. Dá vontade de trazer pra enfeitar a casa. Agora a gente já estava na Savassi.

`Parada

Parada obrigatória. Comer pamonha doce e salgada na Casa da Pamonha da Av. Brasil. Ela amou a salgada. A doce acho médio. Vamos ter que voltar outro dia. Quer comer mais da pamonha salgada e provar o curau. E o guaraná firme e forte acompanhando tudo.


A melhor pamonha de Belo Horizonte, pro meu gosto.


Aqui, pinto no lixo na Casa das Fábricas da Savassi. Ficamos mais de 1 hora escolhendo fitas e fios.


E dá-lhe pastel de angu da Travessa. O melhor de todos também.


Minha querida amiga Carolina nos levou pra conhecer o Balaio de Gatos. Este, é tão legal que merece um post só pra ele. Aguarde.


E ao lado do ex-cine Metrópole como qualquer turista que se preze, quis saber quem eram os dois amigos. Carlos Drummond de Andrade e Pedro Nava mereceram um abraço.


Outra parada. Tirar fotos da moça fritando pastéis na Av. Afonso Pena com rua da Bahia.


Entramos no Palácio das Artes pra ver a exposição, Sismógrafo. Muito legal. Muito gentilmente me deixar fazer essa foto sem flash. Vale a pena visitar.


Outra paradinha pra saber que prédio maravilhoso era este aí. Conservatório Mineiro de Música. Com muito orgulho. Ficou linda a foto no finalzim da tarde, não ficou?


Finalizando por hoje, o lindo Ipê atrás do prédio do Palácio das Artes. Passamos também pelo Bazar de Artezanato de lá. Coisas lindas. Lindas.
Primeira semana cheia de comilança. Vamos continuar com a comilança, que é sempre o melhor da viagem, mas, quero levá-la no Salão do Encontro, Museu de Artes e Ofícios, Inhotim...tudo que ela tem direito.

8 comentários:

viviane santana disse...

E bota comilança nisso...
Bom fim de semana!!!

Ieda Dias disse...

Pra vc tb. Viviane...comer é muitobom, né mesmo? Semana que vem começa um programa cultural. Um pouco de alimento pras idéias...rs
bjos bjos

Kátia disse...

Que delícia de passeios! E Michette com a cara mais boa e feliz impossível. Ela podia ficar em maio para eu poder participar da andança e comilança.

Bia disse...

Deu vontade de fazer esse tour ai tb!!!! Delicias brasileiras!!

Ieda Dias disse...

Ela vai voltar ano que vem, Kátia.
bjins

Ieda Dias disse...

Vai ter mais Bia. Hoje estamos em Vilha Velha. Aguarde...rs
bjos

oposicaoreal disse...

Leve-a para o Canto do Bambu em Macacos.... A truta, ah a truta... Rsrsr. Bjs e saudades.

Ieda Dias disse...

Meu bem tô querendo "aplicar ela" nos torresmos com angu...rs
bjos bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...