sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Flanando por São Paulo, sem lenço sem celular

Andei até pela cidade hoje. Saí dos Jardins, subi até a Paulista e peguei  o metrô até a estação São Bento. Queria fazer três coisas lá. Conhecer a famosa rua 25 de março, ir até o Mercado Municipal e ao Convento de São Bento. Foi muito legal. Dia lindo, claro, mas fresco. Coloquei fotos até a chegada do mercado. Continuo amanhã.

Todas as entradas dos prédios são bem cuidadas aqui nos Jardins. Muita planta, muito verde.

Esta região dos Jardins tem árvores lindas. Antigas.

Gostei desta vitrine. Gostei de mais algumas, mas não me senti à vontade pra fotografar. Povo com cara de poucos amigos.

Quando vejo uma vitrine assim - e vi várias, sinto uma vergonha danada. Vergonha de algum gringo passar por aqui e rir da gente. E tá cheio deles. Devem ficar se perguntando. A língua falada aqui não é o português? Por que escrevem tudo em inglês? Que besteira!

Esquina famosa!

Achei legal esta placa

A pequetita tava toda orgulhosa com sua roupa de bailarina.

Gosto destas galerias. Dão um ar de cidade pequena. Muito mais acolhedor.

Temos que
 pressionar o nosso governo URGENTE. Precisamos de  metrô se possível ainda neste século! Inveja de São Paulo. Tá com um metrô impecável em todos os sentidos.  E vi mais estações quase prontas pra serem inauguradas.



Saindo do metrô e descendo essa ladeira cheguei na 25 de março. Quando vi a multidão, desanimei. Não deu pra enfrentar e fui direto pro Mercado.


Adoro sempre vivas! Prefiro na cor natural, mas este amontoado de cores me fascina.
As cores dos tecidos também.



Parece uma casinha de Chinatown

No caminho do Mercado achei esta Igrejinha espremida no meio das lojas e da multidão. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Tinha muita coisa escrita em árabe. Não consegui descobrir porque. Não tinha ninguém pra me informar. Na Igreja, só este moço aí. E tava falando ao celular. Trabalhando. Achou um lugar tranquilo pra resolver seus negócios.


Adorei as duas casas.  Não dá pra ver, mas a da esquerda é pra...te...a...da!!! Brilhava no sol. Nunca tinha visto...rs. Parece coberta de brocal.

Subindo esta ladeira cheguei ao convento. Mostro amanhã.

8 comentários:

Grupo Mãos Dadas disse...

aquelas escadas do metrô lembraram Roma
aqui no sul, há uns 20 anos atrás, pintavam as casas de madeira com prateado, resistia melhor ao frio de Gramado
gostei das andanças, sinto não ter tempo de fazer isso na minha própria cidade
Adriana Dias

Ieda Dias disse...

Adriana, todos nós somos assim mesmo. Damos mais atenção pra cidade dos outros, pros pais dos outros, pros rios dos outros, montanhas, tudo. Tempo, se a gente quer, arruma. Vc sabe disso tb. Questão de prioridade
bjos bjos

Anônimo disse...

Já cansei de passar por ali e nunca vi a Igreja. Vou prestar mais atenção.
beijos da
Suzana e obrigada por gostar da minha cidade

Ieda Dias disse...

De nada Suzana. Cada lugar tem seu encanto. E eu vi, pq tava procurando, descobrindo coisas pra colocar o blog...rs
bjins

FATIMA disse...

Eidia, assim que a gente chega na ladeira que dá acesso à 25 de março, só se ouve isso: " olha o cabelóóó´, vendo cabelóóóóó, olha o cabelóóóo´, cabeloóóóó barato...." vc chegou ouvir??? Até se acostumar é um susto!!!!!
Aproveite Sampa!!!! Bjo

Ieda Dias disse...

Fatinha, passei quiném um peido pela 25...desci a ladeira e continuei reto. Já vi muitas ruas como esta pelos Caminhos por onde andei. Tá bom...rs
bjos bjos

Anônimo disse...

Ah Ieda e eu que não te encontrei para ver minha querida cidade com seus preciosos olhos! Amei essa fotos e sua descric
ção sobre S Paulo que a gente que mora aqui não vê.




Belo! Belas fotos e comentários. Sem celular..... Amei! Volta Vai!!!!

Ieda Dias disse...

Vou voltar sim, claro! Breve.
E quem é vc/ faz o favor de deixar o nome...rs
bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...