quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Não perdendo o humor nem nas situações mais difíceis


Acabei de receber de um querido amigo a Revista Rose, que foi lançada na França este mês. Já falei sobre ela aqui. A idéia da revista é de uma moça que já teve câncer. Tem muitos artigos interessantes e vou passar pra você a medida que for lendo.
Pra começar, vou repassar um artigo com comentários feitos por médicos, amigos, maridos e vizinhos de pessoas com câncer. Sem drama, a Revista conta o quanto tem pessoas sem noção neste mundo. Tanto leigos como profissionais. Começo com um artigo mais leve, porque até nas situações mais duras a gente não pode perder o humor.Parece história inventada, livro de piada. Mas de qualquer forma, receber uma noticia desta, deixa a gente sem ação sem palavras. Então o melhor neste caso é ficar calado, dar um abraço apertado na pessoa e deixar as palavras pra mais tarde.

- Câncer de seio?
- Ah! Isso não é nada!

A primeira coisa que meu marido me disse quando eu contei que estava com um câncer foi:
- Merda, não vão aprovar nosso pedido de empréstimo pra comprar a casa.  (Isabelle; na hora eu não disse nada. Me separei dele quando terminei a quimioterapia.)

- Pode ter certeza. Não é possível que a senhora  tenha um câncer, porque o quisto é tão grande, que se fosse o caso a senhora, já estaria morta!  (Um técnico de laboratório falando pra uma paciente. Foi confirmado o câncer e ela foi operada.

- Ah! Você está com um câncer? Cuide-se bem, porque quando a gente não tem saúde, não tem nada. ( uma vizinha falando pra Ester)

- Ah! Não senhora, tenha dó! Vai chorar? Francamente, na sua idade! Eu atendo todo dia mulheres doentes que tem menos de 30 anos. A senhora já tem 64.  (Falou o oncologista de Jocelyne no dia do diagnóstico)

- Você ta com câncer? Rapidinho seus problemas com o peso vão terminar. Você vai emagrecer muito com a quimioterapia!  ( falou uma professora, colega de Mathilde )

- O que? A senhora quer detalhes sobre os produtos usados na quimioterapia? Pra que? A senhora  não é médica, não vai entender nada! (oncologista e professor de filosofia em Toulouse, falando pra Roselyne, sua paciente)
- Bom, a senhora está com um câncer no seio. Na sua idade, provavelmente é hormono-dependant. A gente se encontra dentro de duas semanas no bloco cirúrgico pra fazer a mastectomia. A senhora não quer aproveitar pra tirar os ovários, já que vai fazer uma cirurgia? ( o cirurgião de Céline, falando pra ela na sua primeira consulta)

- Você vem pro jantar? Nos convidamos um amigo que tem um câncer mais grave que o seu.

- Você sabe, o câncer pode ser até uma sorte. O que não mata te faz mais forte.
- Ok, mas e se eu morrer?
- Bom...

- E nada de engravidar nos próximos meses...a menos que você esteja querendo deixar órfãos! ( o oncologista de Marie-Line)

-Um câncer nos ovários? Se você tivesse me escutado quando tinha 16 anos, não teria saído com aquele carinha cabeludo que tocava bateria...quando a gente dorme com o planeta inteiro, um dia minha filha, pagamos pelos nossos erros.  (a mãe de Valérie falando pra filha doente)



terça-feira, 29 de novembro de 2011

Subindo e descendo em grande estilo

Eu sou doidinha com casa cheia de cantinhos, mocós, teto rebaixado, parede desigual, quinas e tudo que sai fora do quadradinho, certinho. Estes mocós são os melhores lugares pra se fazer um ambiente super legal aconchegante e bem aproveitado.
Não tenho escada na minha casa, mas, como tô observando tudo quanto é detalhe  relativo a casa pra enviar pra sobrinha que vai construir, vou mostrar pra você algumas que encontrei aqui pelos Caminhos por onde andei.
Quem sabe não vai lhe dar uma boa idéia?


Veja que sucesso esta aqui. Vai dar uma grande aliviada no armário do seu quarto. Mesmo que seja uma escada pequena, de 3, 4 degraus, já fica fôfa.

Esta é super legal pra quem tem criança na escola. Pode ser o lugar pra colocar tudo que elas usam todos os dias. Agasalhos, tênis, capa de chuva, boné. Se você mora em casa, lugar legal pra sapato ou tamanco pra sair pro jardim ou quintal. Muito bom!
Pra quem gosta de casa clean...
Esta parece casa de um rapaz
Pra quem é mais clássico


Pra quem tem pouco espaço e mezanino esta é a escada ideal! Só na rodinha pra lá e pra cá.

Imagino esta escada pra uma pessoa que mora sozinha. E de  homem também...rs

Chiquérrimas as toras de madeira. Pra mim escada precisa ter corrimão.

Pra quem não quer se cansar a ideal é esta.
Minha preferida. Linda demais!


segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Profissões do futuro e de futuro



Continuando com a seção nostalgia, nós rimos muito quando começamos a lembrar de coisas de outrora e que não existem mais ou estão agonizando.
Por exemplo, tem um motel aqui em BH, que até a pouco tempo atrás tinha  esquecido  de retirar uma placa enorme anunciando que "Temos TV a cores". Pense bem, alguem de 10,  15 anos lendo isso? Nunca vai entender.  Fax, telex, máquina de escrever elétrica, telefone de discar e porai vai.
Mas o assunto hoje é outro. Vou falar sobre um artigo que li no Capital.fr e achei muito legal.
Como não tô atrás de profissão nenhuma,  esta não é minha preocupação atual e só quero pensar na minha próxima viagem, a dica fica pra turma que tá chegando. Como tem muito gente nova (Dieu merci)  que lê o blog e tá nessa, lá vão alguns toques.
A tradução pra variar foi feita ao meu modo. Nem sonhe em encontrar perfeição!

Algumas especialidades de hoje estão ameaçadas. Mas muitas outras vão aparecer no mercado de trabalho. Eis uma pequena amostra dos trabalhos que estarão na moda dentro de dez anos. É o ciclo normal da vida e da morte. 
Na França  de 2.020, os alugueis de DVD e os donos de lojas vão ter desaparecido definitivamente e seus lugares serão ocupados por iPad. E as agencias de viagem também. Serão tão raras, quanto os colocadores de palhas em cadeiras.
Novos perfis ocuparão o lugar dos que partiram.
Este é o caso da onda  verde onde profissões desconhecidos estão brotando da terra, da área de finanças agora obcecada com a gestão da dívida, ou em atividades de saúde, que será impulsionada pelo envelhecimento da população.
Mas o principal fornecedor de novos postos de trabalho será obviamente a indústria digital, que irá produzir uma quantidade em alta velocidade sem precedentes, de especialidades como: estereógrafo, gerente da comunidade, engenheiro netergonome ( não encontrei tradução) na realidade virtual, computação gráfica 3D. Haverá algo para todos os gostos e todos os treinamentos. Já tá ficando doidim pra começar a estudar? Vamolá.

Engenharia
Engenheiro de despoluição industrial : 5.000 frentes de trabalho serão abertas em 10 anos
Engenheiro em eficácia energética
Engenheiro especializado em engenharia sanitária: ela vai prosperar com o princípio da precaução
Engenheiro biomédico: as necessidades irão quadriplicar até o final da década
Engenheiro na realidade virtual: os grandes arquitetos vão fazer este trabalho

Profissões técnicas
Estereógrafo; a explosão dos filmes em 3D vão dar muito trabalho pra esta turma
Infografista 3D ( será que é isso mesmo? ) : mais e mais os escritórios de arquitetura vão precisar de desenhos 3D, assim como os estúdios de cinema, desenhos e vídeogames
Técnico especialista em consertar carros elétricos
Técnicos em desmontar  usinas nucleares. Estima-se uma necessidade de 4.000 a 8.000 num futuro próximo.
Manipulador em eletroradiologia medical: vão ser precisos uns 10.000 até 2.020
Fisioterapeuta (kinesi) : o envelhecimento da população promete um bom futuro pra essa turma. Muito trabalho

Compradores
Comprador hospitalar: serão necessários 2.000 nos grandes hospitais nos próximos anos
Gerente de asilos: serão contratados as centenas.
Responsável por compras sustentáveis

Finanças
Encarregados de refinanciamentos : função que tá em alta nos bancos
Responsável por financiamentos
Encarregado de capital de risco: sua função será cada vez mais necessária

E tem muito mais no artigo. Gostou? Vai lá.

20/10/2.010 - Pierre-Alban Pillet, avec Hugo Soutra.

sábado, 26 de novembro de 2011

Falou que é Feira de Artesanato, tô chegando!

Ô sorte! Eu não poderia ter feito uma foto melhor do que esta pra abrir este post sobre a Feira de Artesanato 2.011,  da Expominas em BH.
Fomos descendo do carro e vejo este casal lindo! Todo ano venho aqui e todo ano adoro ver tudo que os índios tem de  novidade. Como sou chegada a uma cor, a um colorido só quero tudo. Mas espaço me falta em casa, então namoro tudo e já tá ótimo.



Olhe que lindo o espelho com a garotas,  e os carretéis com linha e tudo!

Pra quem tem uma janela de cozinha ou mesmo uma casa no campo,  esta cortininha é um charme só!

As sandálias estavam lindas neste stand. Cores fortes.


Não sei se tinha mais bordado este ano ou se meus olhos são atraídos por eles. Mas tava difícil de escolher o mais lindo.


As amigas em madeira estavam fôfas!

Muita luminária linda!

Isso é um movelzinho com três gavetas. Super criativo. Para colocar jóias.

Pano de prato pra enfeitar a cozinha no Natal

Vi muita árvore de Natal linda e diferente como esta aí.

A Índia e eu. Um caso de amor antigo!


Palha de milho que se transforma em flor

E ainda fomos presenteadas com uma dança linda e muita música. Uma alegria só!




Toda feita à mão.

Fofura de árvore de Natal!


Que charme a saia de sempre-vivas! Ficaram lindos os anjinhos.

Artesanato é assim, uma cachaça, uma paixão. A gente se esquece do mundo. Foto? Que foto! Ele nem percebeu.
 E os cavalinhos enfileirados esperam o retoque final.

Pra finalizar a minha aquisição do dia. Pratos lindos de cerâmica ( outra paixão ) feitos pelo povo do Piauí,   na Serra da Capivara. Lindos e claro que escolhi um de cada cor.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Manda quem pode obedece quem tem juizo!

Francês é um bicho instigante mesmo! Eles sempre me surpreendem. 
Por exemplo? Acabam de reformar parte do Museu d'Orsay.
Mas não tava legal? Já não é lindo, super conservado?
É.
É isso tudo. E exatamente por isso foi reformado. Eles não esperam deteriorar pra restaurar.
O prédio tem fama de ser mais famoso do que as obras que ele comporta. Mas não por isso foram feitas as mudanças. Continua lindo, e as obras ficaram  muito mais valorizadas.
A maior mudança está no quinto andar, onde ficam as telas impressionistas como Cézanne, Manet, Monet, Van Gogh, Renoir, Degas.
Aí entra o trabalho de quem entende do assunto. De quem tem know how em matéria de museus. A última reforma no prédio foi feita em 1.986.
O objetivo agora era o seguinte: como as paredes e o chão do prédio eram bege, com a luz do sol refletindo, tudo ficava meio monocromático fazendo com que o visitante não pudesse apreciar como deveria todas as obras. Esta iluminação inadequada tirava o brilho das obras. E eu que já adorava, sem ter noção deste "defeito", agora tô duidinha pra ir ao museu pra sentir a diferença.
As paredes foram pintadas de um cinza-chumbo, o chão ficou mais escuro, e a iluminação artificial agora é controlada pra não gritar com a luz do sol. Durante todo o dia a luz artificial é controlada de acordo com a intensidade da luz natural.
Coisa de maluco, né não? Eu adoro ficar sabendo de coisas assim.



Alguns bancos onde a gente se senta pra apreciar os objetos foram trocados. Agora são blocos de cristal. Um luxo só! E o artista é o japonês Tokujin Yoshioka. Vale a pena entrar no site dele. Não foi por acaso que o moço foi escolhido.


E não foi também por acaso, que foram escolhidos dois brasileiros pra reforma da cafeteria. Os irmãos Fernando e Humberto Campana, que se inspiraram no mundo submarino pra fazer o trabalho.

Ficou lindo! Amo esta mistura do antigo com o novo. Neste quesito o francês não tem medo de ousar. E eles conseguiram o que queriam. Um ambiente mais intimista e aconchegante.
Nesta brincadeira foram gastos 27 e meio milhão de dólares. Mas, eles sabem que o retorno virá rapidim. Não me esqueço de uma frase do meu irmão quando mostrei a cidade pra ele há uns anos atrás:
- Este povo sabe cuidar das suas galinhas dos ovos de ouro!

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...