quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Tanto faz como tanto fez

Quem já andou e trabalhou por alguns lugares neste mundão de Deus assim como eu,  vai saber do que tô falando.
Sempre quando estamos conversando sobre semana, final de semana, dia que alguem mais gosta de sair pra curtir, normal que o assunto caia no dia de preferência nacional, a sexta-feira. Nós somos doidinhos com sexta e sábado. Domingo o povo já considera que acabou o final de semana, e deixa  pra fazer coisas mais amenas e fica aguardando começar tudo de novo.

A primeira vez que trabalhei normalmente no sábado e domingo, foi quando morei em país árabe. Só tínhamos a sexta-feira como dia de repouso. Acho, que depois de muito chorôrô conseguimos ganhar a quinta à tarde. Então, as folgas de  final de semana que a gente tava acostumado, viraram dia de semana normais e não ouvíamos ninguem reclamando que tava trabalhando sábado e domingo.
Depois disso fui pra Israel. Aí mudou outra vez. A folga era no sábado. Normal de novo. É impressionante como a gente acostuma com tudo rapidim. 

Trabalhando nos EUA então é que a coisa pira de vez. Pra americano tanto faz o dia da folga. O importante é ganhar dinheiro. O máximo possível. Você folga quando seu patrão te dá folga. Existem os trabalhos em que as folgas podem até cair no sábado e domingo, mas, de modo geral trabalha-se direto no Natal, Ano Novo, Tanksgiven, e ninguem questiona. E tem também muito trabalho que não tem dia nem hora. Você pega turnos dos horários mais diversos. A folga cai cada semana em um dia diferente. E ninguem reclama. É assim.
Como pra mim isso já virou rotina, acho muito doido quando alguem deixa de aceitar um trabalho aqui no Brasil, porque as folgas não são no final de semana. Ou porque o horário não é aquele convencional. Precisamos começar a nos acostumar com estas mudanças porque nosso país tá que cresce e temos que crescer junto. Em todos os sentidos, principalmente abrindo a cabeçinha pra estas convenções.
E também ouço muita reclamação sobre o horário de verão. Quem trança muito e tá acostumado a pegar fusos horários deste de 3, 5, 8 10 horas, 1 hora a mais ou a menos não altera absolutamente nada. Aqui, tem gente que fica muito furiosa mesmo. Juro, que isso não vou entender nunca.
E não somos só nós que temos esta dificuldade.
 Melhor exemplo está nos metrôs de Londres e Paris. Eles foram construídos há mais de cem anos e o objetivo principal era transportar os trabalhadores. Facilitar o dia a dia de quem trabalha.
Ponto.
 Fim.
Acabou isso.
Acabou essa coisa de povo só trabalhar de dia. E com a globalização, com a turistaiada cruzando céus e mares o tempo todo, não tem lógica um metrô terminar seus serviços a 1 hora da manhã. Como pode,  lojas e supermercados,  casas noturnas,  médicos, dentistas, farmácias,  trabalharem 24 horas e o metrô parar a 1 da matina?
Acorda povo! 

Nenhum comentário:

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...