sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Dica muito chic pro primeiro fim de semana do ano

Agora que passou o Natal, Ano Novo e Carnaval e que as grandes ressacas de comilança e bebedança só voltam a acontecer daqui há alguns meses, ( com pequenas recaídas de praxe) que tal uma desintoxicada com este churrasco fresquinho e leve.
Prepare tudo pra esse final de semana e chame alguns amigos. Não muitos, senão começa a coisa toda de novo.


" Comprei algumas berinjelas, abobrinhas, cebolas, batatas e alhos, itens que já me acostumei a preparar na brasa, como acompanhamento para as carnes do churrasco, e também algumas novidades (para este churrasqueiro): aspargos, tomates, cogumelos (uma bandeja de shitake de tamanho médio), beterrabas, cenouras (poderia ter ainda endívias, por exemplo), além de queijo de cabra (da Cremerie Genève, evidentemente) e gorgonzola, só para brincar um pouquinho. Faltou um belo palmito fresco, para mostrar que nem tudo é perfeito (imagine com um pesto fresquinho batido no pilão!). 
. E peguei dois azeites especiais, um vinagre de Jerez da Olivers & Co também muito especial, flor de sal, sal temperado de Visconde de Mauá
Marinei cogumelos e a abobrinha em vinho branco, com alho fatiado, e um pouco de azeite. Para a berinjela eu escolhi azeite, só para variar (mas podia ter invertido tudo), temperando com pimenta-do-reino (moída na hora, claro) e um toque de orégano, mesma erva usada para aromatizar os tomates carnudos e vermelhões, que também ganharam pitadas de flor de sal e uma colherada de açúcar, para dar um toque doce.
Depois de bem lavadas, cenouras, batatas e beterrabas ganharam uma proteção de papel alumínio, porque esses vegetais precisam de cozimento mais longo, e foram os primeiros a serem colocados - se não forem protegidos, das duas, uma: não cozinham (o que não é mal no caso da cenoura e da beterraba) ou queimam a casca, quando não os dois. Logo depois entrou a cebola, que não precisa ser protegida porque tiramos uma camada de sua casca na hora de servir, então ela pode queimar à vontade. Para o alho, vale tirar uma tampinha de uma cabeça inteira (para facilitar a remoção de cada dente depois de assado), para então depois colocar alecrim e envolver com um papel alumínio. A cenoura e a beterraba, alimentos que contém açúcar, ganham um sabor raro quado essa doçura cozinha (algum processo químico acontece ali, e o sabor é sensacional)."

O pré-preparo vira uma água na boca só!

Aspargos crocantes...nhammmm....

Delicia as abobrinhas! 

Beringela enroladinha no queijo de cabra. Só falta o pão ciabata.

Copiei daqui, aproveitando parte do texto:
                                                    http://oglobo.globo.com/blogs/enoteca/

2 comentários:

Izabella Medeiros disse...

Nossa, quanta novidade para mim...meu pensamento ainda está no fato de churrasco é só carne, mas adorei a ideia...super saudável.
:D

Ieda Dias disse...

Então acrescente os legumes, Izabella que vc vai amar. Tá vendo como nós os vegetarianos passamos bem? Pq eu sempre ouço: se vc não come carne, come o q? Como tudo...rs
bjins

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...