sábado, 11 de fevereiro de 2012

Dois micos no mesmo teatro



Fui ver há muito tempo atrás um monólogo do Antonio Fagundes. Muro de Arrimo.  Muito bom.
No meio do espetáculo ele disse alguma coisa que  todos riram. Muito engraçado. Só eu achei muito mais engraçado do que todo mundo. Acabaram-se as risadas e eu continuei a rir e não conseguia parar. Ria alto. E começaram os xxxssssssss....xxxssssssss...e isso só piorava a situação. 
Até que o Fagundes muito gentilmente e sorrindo parou, olhou pra mim e falou: 
- Pode rir à vontade, eu espero.
Tem um mico maior que esse?
Tem
Sobrinha foi ver o Djavan e sentou-se na segunda fileira bem no meio, bem em frente a ele.
No meio do show o sono e o cansaço foram mais fortes do que a vontade de ouvir as músicas. Dormiu profundamente. Acordou com a mãe cutucando, todos rindo, porque o fofo do Djavan tinha acabado de falar:
- Agora vou cantar uma música bem baixinho,  pra não acordar a moça que tá dormindo aqui na frente.


2 comentários:

Susi disse...

Amiga, bota mico nisso.

Ieda Dias disse...

Duro né amiga!...hhheeeeee...
bjos bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...