quinta-feira, 10 de maio de 2012

Duas belezas, duas fortalezas. Árvore e mulher

No meio do nada, numa planície seca  dou de cara com essa árvore maravilhosa. Nem sabia por onde começar a fotografar. Era muita imponência na minha frente.

Parece que três árvores se juntaram formando esta fortaleza


Me lembrei daquele nosso cajueiro famoso...


Um emaranhado de nós e raízes de tirar o fôlego



E levei um susto quando vi através da câmera essa mulher. Surgiu não sei de onde




Continuei a fotografar e ela nem se deu conta

Sentou-se em uma raiz


E eu fui chegando mais perto, agora já com o consentimento dela...


Até chegar bem perto...

Pra admirar uma beleza totalmente natural e tranquila, debaixo de um sol de quase 40 graus

9 comentários:

Clara Lopez disse...

Nossa, lindíssimas ambas, ou melhor, lindíssimas as três: árvore, mulher, fotos! Essa árvore dá até afliçao de tão poderosa, parabéns pela fotos, deslumbrantes,
abraço, clara

Ieda Dias disse...

Obrigada Clara, foi realmente um dia de sorte
bjos bjos

Wilma disse...

Ficou show a foto com mulher no centro!! O olhar dos indianos é de uma expressão q não consigo traduzir, parecem está em outra dimensão...essa senhora indiana toda "ornada" com bijours(??) tá linda, interessante saia com turbante. Lindas Fotos!!

Ieda Dias disse...

Wilma to preparando um post só com pessoas. Gente em todas as formas. Tá ficando chic.
bjos bjos

Fabio Rocha disse...

Belo

✿ chica disse...

Muito lindo! Um encanto e passam força e ao mesmo tempo serenidade! bjs, chica

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida!
Um post com uma linda mensagem pois somos tão superficiais que nem nos deparamos com outras realidades emergenciais...
Linda mulher a da foto que mal sorri...
Abraço fraterno

Bárbara Melo disse...

Que Blog lindo, já está entre meus favoritos! Parabéns, cheguei aqui através do Blog da Chica.
Grande Beijo
www.denosdois.weebly.com

Maria Gloria D'Amico disse...

Uma postagem para parar e admirar, em todos os sentidos Eidia.
Desde a árvore anciã, repleta de sulcos e rugas, testemunha admirável do tempo e da história da humanidade.
A mulher indiana tem uma beleza diferente da que estamos acostumados, gosto do jeito que se arruma e percebo, em seu olhar, provavelmente da vida difícil que leva e também do próprio clima, pois como disse, o calor devia ser imenso. Isso afeta muito. Sentar ao pé de uma mãe gigante e usufruir da sua sombra, certamente é uma presente para o momento.
Beijos e muito agradecida pela partilha.

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...