sexta-feira, 1 de junho de 2012

Por do sol no rio Ganga, (Ganges) em Varanasi

Esta homenagem, esta reverência, esta oferenda, é feita todo santo dia do ano. Não é pra turista ver. Aliás, vi poucos turistas. Também, com 47º na moleira fica difícil atrair povo que não suporta calor.

E por onde a gente passa no caminho do rio, vamos vendo as oferendas já prontinhas pra serem colocadas nas águas e nas estátuas dos deuses.

Amei esta passagem. Daí já se vê a escadaria pra chegar às margens do rio

Primeiro fomos ver o por do sol. esta foi minha primeira visão do grande rio aqui em Varanasi. O primeiro impacto diante das construções e dos ghats (crematório) ao longo dele.
.
Chegamos cedo e ainda estava tranquilo...as pessoas vão chegando devagarinho 

E banhistas se misturam com pessoas meditando, que se misturam com pessoas curiosas, que se misturam com famílias assistindo a cremação de seus entes queridos, que se....

São cremados em média 350 corpos por dia em Varanasi. Demora de 5 a 6 horas pro corpo desaparecer por completo. Depois as cinzas são recolhidas e jogadas no rio como oferenda pros deuses.

A pole position pra assistir a homenagem, é de um barco às margens do rio. Este foi o nosso simpático barqueiro. Conhece o rio e o seu barco como a palma da mão. Uma agilidade e destreza de dar alegria de ver. Tem 18 anos e trabalha de 5 horas da manhã às 9 horas da noite 7 dias por semana. Ganha 6.000 rúpias por mês, fora as gorjetas. 
Um astral de dar inveja! 

Corpo sendo cremado. Mulheres grávidas, leprosos, pessoas mordidas por cobra e crianças não são cremados. Não precisam de purificação. Seus corpos são enrolados em tecidos, amarrados a pesos e jogados no rio.
Onde está sendo cremado o corpo só a família pode ficar perto. 

Esta luz aí nem chega aos pés da que vi aqui!

Barco de indianos chegando do outro lado do rio, onde tem uma prainha.
Vimos o sol se por daqui e depois voltamos pro barco pra ir pra mais perto da margem de lá e assistir a homenagem. De dentro do barco.

Mais um momento de sorte...ficou bonita essa foto.

Esta também

E eu fui seguindo o sol


E ela remava pra lá e pra cá como se tivesse andando de bicicleta. Vendia oferendas pras pessoas colocarem nas águas. Você dá o que quiser. Não tem preço.

Super simpática a menina. Tinham outras fazendo o mesmo trabalho.


E a minha oferenda ficou indo pra margem. Me esqueci de perguntar se é bom ou qual direção ela deveria ter seguir. Pergunto da próxima vez quando vier aqui com a Birosca.


Olha o povão. Fica lotado e todo mundo sabe cantar todos os mantras responder a todas as rezas

A minha possante câmera não captou legal a luz das velas. São candelabros imensos com trezentas velas cada, que eles giram enquanto entoam os cantos. Uma maravilha!

Estas parecem que estavam vindo como eu pela primeira vez! Encantadas.

E a minha estrela favorita apareceu pra engrandecer mais ainda a festa. Numa noite de lua cheia deve ser uma boa ocasião pra cortar os pulsos. Emoção demais!


Dedico este post a minha querida e amada darling sombrinha Bia, Birosca, Beatriz. Titia te ama muito. Feliz aniversário e que a cada dia mais e mais, o mundo te receba de braços abertos.

6 comentários:

Regina Rozenbaum disse...

Deu pra sentir daqui a luz, a ENERGIA...que seja ela a guiar os passos da minina Bia hoje e sempre. E os seus amada? Bem esses já estão sendo diariamente e sinto daqui sua gratidão por cada instante vivido!
Beijuuss n.a.

Ieda Dias disse...

amém, amém, amém....mais nada a dizer...ah! obrigada, nunca é demais...
bjos bjos amiga

Beatriz Dias disse...

Tita linda do meu coração,
ainda não li o post! Estou aqui recebendo os convidados, e a sua ausência está fazendo presença por todo lugar!
Papai veio me mostrar o post, que presente mais lindo e inovador eu poderia ter recebido?!?
Muito muuuito muito obrigada!!!
Te amo de coração!!!
Já emocionei só com a legenda de uma das fotos que vi!
Depois volto com calma,
Beijos e um abraço bem apertado desses que só vc dá!
Birosca

(tinha escrito no post errado)

Beatriz Dias disse...

Cá estou de volta, lendo e fitando cada foto.
Dá próxima vez descobrimos então se ir pra margem é um bom sinal. Mas já te adianto que é! Pq? Pq as coisas feitas de coração e cercadas de boas energias só tem um caminho, caminho do bem. Caminho da margem, à margem de alguém como você.
Regina, muita obrigada pelas suas palavras! =)
E sabe a foto do povão, no barco "lotação", cantando mantras?!
É lá que eu quero que você me leve!
Te amo! Obrigada por me fazer viajar um pouquinho com você através desse post!
Beijos tita querida!

Ieda Dias disse...

Birosca hoje lembrei muito de vc no trem. Vc ia amar. Fiz trocentas fotos e fica até dificil saber qual postar.Foi muito bom. Agora já em Calcutá pra descobrir os mistérios da terra da Madre Tereza.
bjos bjos bjos

Ieda Dias disse...

E quando eu falo vir, vc sabe q to falando sério...se vire!
bjins

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...