domingo, 1 de julho de 2012

Domingo é dia de feira, brocante, vide-garnier, enfim, vende-se de tudo um pouco

 E lá fui eu ver uma das coisas que mais gosto. Feira de tralhas. O dia amanheceu nublado, a temperatura baixou uns 10º e tava uma delicia pra caminhar.



 Verão é a oportunidade de enfeitar tudo com flores. Inclusive as pontes.

 Essa água aí deve estar cortando de fria. Vem do degelo das montanhas



 E não é que vi uma nesga de outono querendo botar as manguinhas de fora em pleno verão?


 E tinha uma touceira de lavanda no meio do caminho.

 Olhe só que legal pro seu jardim. Faz uma espécie de divisória quando está cheio de plantas. Fica lindo!

 A rua principal da cidade é fechada e a festa tá pronta



 O grau de insanidade desta que vos escreve chegou ao ponto de comprar essa caixa de madeira, que na primeira guerra mundial servia pra carregar granada. O dono das tralhas não acreditou quando disse que ia levar pro Brasil. Perguntou se viajo de navio. Brinquei que levaria de bagagem de mão no avião.


 O cheiro que vinha destas frituras era de matar de tão bom!



 Pra não perder o costume, comprei mais 180 fèves...heheheeeeeeeee.....
Cheguei na barraca, vi as fèves fui olhando e contando. Quando terminei perguntei quanto custava. O moço disse que era  0,30 centavos cada, mas se comprasse muitas faria um desconto. 
-Quantas você quer?
- Todas.
Ganhei um bom desconto


4 comentários:

cris disse...

tudo lindo,ieda...amei de paixão....

Paris e eu! disse...

Que marravilha!!!
Que privilégio poder viajar assim heim??
Adoro!
Bjs!!
Jad

Ieda Dias disse...

De uma forma ou de outra, Jad, todos podemos.
bjos bjos

Ieda Dias disse...

Lindo mesmo né Cris. Eitia mundão de Deus que é uma belezura!!!
bjins

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...