quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Caminhando pelas ruas de Varsóvia

Achei Varsóvia mais densa que Budapeste. Mais pesada. A cidade é também muito linda! Sofreu demais na segunda guerra. Foi praticamente derrubada.  Vi fotos do antes e do depois de bombardeios, de fazer chorar.
Mas foi reerguida. Tá lá, imponente, bonita, alegre. Mas é como se ela sempre estivesse com um pé atrás.
Será que cidade tem memória?


O calçamento das ruas é uma maravilha. Pedras que também já tivemos e hoje estão cobertas de asfalto.
Dentro do gueto


Tem muitas casas com pinturas lindas que conseguiram se salvar da selvageria da guerra.


Amo esse tipo de construção. Parece um puxadinho, mas acho que não é. Deve ter sido planejado assim. Vai saber!

Isso aí não é falta de cuidado. É  só pra gente não se esquecer...

O que restou do muro que separava o gueto do resto da cidade.

Torre de sentinela. Lado de fora do muro.

Li esta placa e me lembrei na hora do Lech Walesa e de um causu que adoro.
Então ele foi eleito Presidente da Polônia. Num determinado momento foi convidado a ir aos EUA com sua mulher, Danuta. Eles tiveram uma penca de filhos. Se não me engano, eram oito.
Bão, chegando nos isteites repórteres grudaram neles como abelhas no mel. Afinal era uma novidade um líder sindical virar presidente.
Foi aí, que uma repórter mais americana impossível, fez a pergunta esperada por milhares de americanos: 
- Dona Danuta, agora, que a senhora é uma primeira dama, que os tempos de penúria, pobreza e dureza acabaram e que a senhora está aqui nos EUA, poderia nos dizer qual o seu maior sonho de consumo?
No que Dona Danuta respondeu cheia de entusiasmo e desapontando aos milhares que esperavam anciosos pela resposta:
- Dormir uma noite inteira sem interrupção.
Com oito filhos isso devia de ter acontecido a última vez há no mínimo 20 anos atrás.
Amei a resposta. Pra quem tava esperando ela dizer que queria comprar, comprar, comprar sei lá o que, foi um tapa na cara. Uma lição. Quer dizer, acho que não foi lição coisa nenhuma. Vejam só no que deu a terra do tio Sam.

E por de sol é uma beleza em qualquer lugar do mundo!


A cidade tava super tranquila, porque muita gente viajou no feriado de Páscoa




A cor de tijolo esquenta, ilumina, alegra

E com a luz do sol se pondo vira essa maravilha!


Tem nada melhor numa viagem do que sentar num café como esse, descansar os pesinhos, tomar um chocolate, ver o povo passar...



E a noite foi chegando no gueto de Varsóvia!

Quando caiu a noite a gente tava ainda no gueto...eu podia ouvir o som das botas dos soldados batendo forte nas pedras. E o barulho dos cascos dos cavalos também vieram a minha mente, como se eu tivesse vivido aquilo tudo! O coração ainda tava muito apertado com tudo o que tinha visto em Auschwitz.
Brabo!


2 comentários:

Anônimo disse...

Bela cidade. Bela Polônia. Viva a Inglaterra, viva a Rússia, Viva os Estados Unidos da América que libertaram o mundo do miserável nazismo. Não digo viva a França, porque esta mereceu e recebeu de bom grado as patas de Hitler. Luiz César.

Anônimo disse...

Gentem!!! Q coisa + lindia!
Como não conheço NADIX do leste, fiquei impressionada com as fotos! Amiga, volto a repetir, q tal uma exposição de fotos tuas prá juntar uma grana prá Prema?? E até venda kekekeke
Beijins, Anne

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...