terça-feira, 8 de outubro de 2013

15º dia preso...acabando de voltar da visita à cadeia

Só mesmo o Anup!
Tô pra ver alguém com o humor dele, com a paciência e com a alegria.
Conversamos bastante hoje e parece que sou eu que tô presa.
A angústia de quem tá do lado de fora parece ser maior.
Ele me contando do número de presos, em torno de 3.000 neste prédio relativamente pequeno. Pelo menos eu acho.
Contando do tanto de gente que precisa de ajuda...da lista de nomes que já tem pra ajudar quando ele sair. Pessoas que não tem ninguém pra olhar por elas. Não tem advogado, nada. 
Ficam lá... Até quando eu não sei.
Contando das pessoas que não tem o que comer, da divisão que faz com as frutas e legumes que levamos.
Isso eu já imaginava. Um indiano dificilmente come sem dividir com o outro. 
Sempre compro a mais porque sei que ele e o irmão não vão comer frutas sem dividir.
Contou dos planos que tem feito, do tanto que tem pensado, do tanto que precisa trabalhar quando sair, mais do que já trabalha, pra recuperar esse tempo sem ganhar nada só gastando.
Do tanto que tem meditado. Disse que parece que tá num SPA pra meditação.
Mas isso eu já sabia. Ficar sem praticar o auto-controle em um lugar assim só piora as coisas.
Contou das pessoas que choram o tempo todo. Muitas.
Eu que pensava que ia ficar livre dessa cadeia assim que ele saísse, já tô vendo que não vai ser assim. Mais um lugar pra ir e mais pessoas pra ajudar.
E hoje uma novidade :
Passando pela revista, um policial perguntou sobre mim pro meu amigo.
Entendi que estava curioso do porquê eu venho tanto. Entendi as palavras escola, Brasil, Anup Kumar,  Bodhgaya e dinheiro.
Quis saber quanto. 
Quis que ele falasse.
São pequenos até pra pedir. 
Como são medíocres os corruptos!!!
Muito a contra-gosto dei o suborno pedido de 100 rúpias. 
Fdp!!!
Se não desse, eu não entraria nem hoje nem dia algum.
É melhor o Anup sair logo porque senão a quantia pode aumentar a cada dia de visita. Descobrindo que tem estrangeiro no meio e estrangeiro aqui é sinal de riqueza, tamo ferrado.
Mais um exercício pra aprender a controlar a paciência e a vontade de falar e fazer tudo que me dá vontade. 
Mas não fiz como eles fazem, passar o dinheiro escondido como se tivesse cumprimentando. Abri a nota de 100 peguei em uma ponta e estiquei bem aberta pra ele pegar. Acho que sacou a ironia. Fez sinal pro colega pegar.
Filho de uma que ronca e fuça!!!
O inferno aqui na terra há de te alcançar!
Na saída passei por ele como se ele fosse invisível.

 A cadeia de GAYA-BIHAR



Nossa escola continua funcionando normalmente e com os gastos  do dia-a-dia.
Nos ajude por favor


Além de nossas contas no

HSBC, CAIXA ECONÔMICA  e PAYPAL

 você agora pode fazer doações on line aqui no blog, com os cartões

VISA, MASTER, AMERICAN EXPRESS - é só clicar aí ao lado em DOAR

IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
HSBC
BANCO 399
AGENCIA 1561
CONTA 0831621
CPF 156643506 44

ou


IEDA MARIA RIBEIRO DIAS
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

BANCO 104
CONTA POUPANÇA 013
AGENCIA 2381
CONTA 000186058
CPF 156643506 44


(ou qualquer casa lotérica )

ou

ou 

DOAÇÃO on line aqui no blog

Nenhum comentário:

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...