quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Meu amigo de fé meu irmão camarada, sempre levantando a minha bola

Lá vai Ieda Dias. De novo. Com malas e malas. 
E com sonhos. Alguns realizados, outros a realizar. 
Da França – onde foi estar com uma amiga especial – de volta para casa!
Casa? Qual casa? A casa de Ieda é o mundo. 
Ou melhor, é o coração dela. Ela nunca volta, pois nunca foi. Nunca irá de volta.
Está indo para Bodhgaya. Para a Premametta. 
Com excesso de bagagem. Com as roupas na mala de mão e os donativos em duas malas de 23 quilos!
A sorte de Ieda é que – ainda – não cobram excesso de bagagem por honestidade, doação e amor. Teríamos que fazer um esforço intenso para arrecadar o suficiente para que ela fosse para uma de suas casas!
Esperam por Ieda, 60 crianças. Nossas crianças. De todos nós que assumimos o mesmo sonho. E que pudemos ajudar na construção efetiva de UMA ESCOLA! De verdade! Homenageio o amigo Moacir em nome de todos os que ajudaram!
Em meu nome (e sei que do Setti): OBRIGADO!
Que continuemos a ajudar! Agora a nossa Madre Tereza das Minas Gerais precisa manter a roda rodando. Um mínimo que seja. Que pague professores (SIM! Agora no plural!), a comida (SIM! Temos uma cozinha!), a energia (SIM! A luz chegou à escola!) e a Internet (SIM! Temos conexão das crianças com o mundo!).
Qualquer pouco é muito. Qualquer auxílio é um suporte. Lembrem-se que um Real alimenta duas crianças!
Lá vai Ieda. De embornal nas costas, viajando horas e horas para retornar ao sonho! Emotiva, sei que irá chorar ao chegar e ver o que lutou como leoa para erguer.
O choro bom de saber-se viva. De saber-se plena. De saber-se grata!
Que fique a lição a todos nós: quando a causa é boa, o Universo conspira a favor! De onde, como e quando, ninguém nunca sabe. Mas a Premametta é a prova disto.
Ieda é a Quixote que sequer tem um Rocinante. Mas tem FÉ, paixão pela vida. E respeito pelo ser humano!
Pouco, não é? Não, não é. Em tempos de consumismo, mercantilismo, exploração de seres humanos, o que deveria ser somente VIDA acaba por ser exceção.
Obrigado a todos! E vou – vamos – agradecer AINDA mais pela continuidade do sonho construído.
Afinal, tão importante quanto criar castelos é mantê-los.
Ieda não cria castelos no ar!
Nos ensina a construir castelos, pontes e cidadelas!
Onde? Pouco importa! A casa de Ieda Dias é o mundo!
WELCOME HOME, my dear friend! 


A PREMAMETTA ESCOLA TÁ QUASE PRONTA.
DAQUI PRA FRENTE VOU CONTINUAR A PRECISAR DE VOCÊ PRA MANUTENÇÃO.
PAGAR PROFESSORES, REFEIÇÃO DAS CRIANÇAS, UNIFORME, UM DENTISTA OU MÉDICO DE VEZ EM QUANDO...coisas do dia a dia.

Preciso muito de doações fixas mensais. Não importa a quantia, 5, 10, 20, 100 reais. O que importa é eu saber que vou poder contar com sua ajuda no final do mês e assim não deixar faltar nada pra nossas crianças.
Por favor, pense nisso e tente me ajudar

IEDA DIAS
HSBC
BANCO 399
AGENCIA 1561
CONTA 0831621
CPF 156643506 44

ou


IEDA DIAS
CAIXA ECONÔMICA FEDERAL
BANCO 104
CONTA POUPANÇA 013
AGENCIA 2381
CONTA 000186058
CPF 156643506 44

ou

4 comentários:

Clara Lopez disse...

Dá-lhe, amigo de ieda (reynaldo? :)), seu texto ficou ótimo, seu coração é muito bonito e muito grande também, só uma alma semelhante pode perceber uma pessoa tão generosa quanto, os próximos se reconhecem.

Salve ieda, que muitos se aproximem de seu sonho com mãos e corações abertos, as crianças de Bodhgaya agradecem, e sorriem aquele sorriso de derreter corações.

Um abraço grande em ambos, em todos/as que abraçaram ou abraçarão essa causa tão necessária,
clara lopez

Ieda Dias disse...

Sonhei com vc esta noite Clara, e agora acordo com suas lindas palavras...sintonia total...bjos bjos bjos bjos querida amiga

Regina Rozenbaum disse...

Que belezura! Que emoção senti daqui a cada linha, amorosamente, derramada!!! Bem haja Reynaldo e todos os seus amigos-anjos Ieda...pq são mesmos, cada um a sua maneira, cada um com suas asas doadoras.
Beijuuss emocionados procês

Anônimo disse...

Eidia,arrepiei com as palavras do Reynaldo, seu grande amigo.
“Lá vai Ieda. De embornal nas costa.....” Que lindo!
Um dia desta semana, após ler no blog que você já estava retornando para Bodhgaya, parei, olhei pela janela e fiquei pensando em você. Tentei calcular o tamanho do amor que brota dentro desta alma. Que sentimento é esse? Quanta generosidade, carinho, doação, quanta disposição para ajudar o próximo! “Amai-vos uns aos outros....”
Então pensei: cada uma destas crianças que você acolhe já terá um caminho bastante diferente do que teria sido sem você. Certamente crescerão mais felizes, terão seus filhos e contarão para eles, o dia em que suas vidas começaram a mudar. Você será lembrada por muitas gerações, pois seu trabalho de hoje já está mudando a vida de quem ainda nem nasceu. Sei que essa vaidade em nada lhe importa, mas aqui, pego uma carona nas palavras do Reynaldo, “...o que deveria ser somente VIDA acaba por ser exceção”. Você nos dá todos os dias uma lição de solidariedade. Vá com Deus, que Ele te proteja e te recompense com muitas alegrias e com a doçura destas crianças.
Bj Fatinha

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...