sábado, 1 de julho de 2017

Fiquei impressionada com o dedão do pé do São Pedro!!!!


Continuando a matar as saudades dos post antigos


Se você prestar atenção, vai ver o dedão lisinho, sem as marcas da cavidade da unha.

E a gente pode ficar horas só olhando e se maravilhando com essa obra de Michelangelo... Como alguém pode fazer músculos e dobras de tecido no mármore com tanta perfeição? É de arrepiar!

A primeira vez que entrei na Catedral de São Pedro no Vaticano, fiquei boquiaberta com o tamanho, a grandiosidade, o exagero.

Aliás, o exagero já começa com a Praça onde fica a Catedral. Dá até preguiça de atravessar. Pior do que a Praça da Paz Celestial de Pequim. Não...acho que a de Pequim ganha na canseira.

Enfim! A gente entra e não vê uma igreja. São muitas igrejinhas dentro de uma igrejona que é a Catedral. Não vou ficar enchendo linguiça com números, porque vocês podem entrar no link abaixo pra estas informações.

Do lado esquerdo e do lado direito, onde normalmente existem, nas igrejas mais simplesinhas, um altar com um santo, lá é uma Capela. Grande! Logo à direita já vem a Pietá. O primeiro tapa. É de uma delicadeza, de uma beleza, que juro, me fez chorar. E ainda me lembrei da história da restauração. Vou abrir um parênteses pra contar. Iêda também é cultura...rs.

Um belo dia, entrou um maluco na igreja e lascou uma martelada no joelho do Jesus, da escultura. Nesta época, que foi em 1972, ela ficava ao alcançe das pessoas. Podia até passar a mão. Hoje tem um vidro super grosso que separa a obra do público. Foi só caco de mármore voando pra todo lado. Mais do que depressa, cercaram a área num raio de vários metros. Ninguém, passa, ninguém respira, fecha porta, fecha janela. Nem um pozinho pode sair do lugar.

E chamaram quem pra consertar o estrago? Quem? Um mineiro de Ouro Preto, que não me lembro o nome agora , mas assim que me lembrar digo pra vocês. Ele chegou no Vaticano, juntou todos os caquinhos, toda poeira, tudo, foi remendando, remendando e, se você vai lá agora, e repara bem na escultura, não vai conseguir dizer onde foi feito o conserto. Eita moço bom de serviço!!!

Continuando o passeio pela catedral... Lá, mais no fundo, à direita, tem a estátua enorme de São Pedro. Ele está sentado. Ela foi feita em bronze. Agora que vem a origem deste post.
Os pés do São Pedro ficam na altura da gente quando passamos. Então, todos passam a mão nos pés e rezam. Acreditem, mas o dedão do pé direito da escultura já está tão gasto, que uma parte do dedo e da unha já sumiram. O dedão tá finiiiinho! E tem tempos que estive lá. Já deve estar chegando no dedo do lado...rs.

Eu só falei um pouquinho sobre a Igreja. Não falei sobre o complexo Vaticano, museus, cemitério, Capela Sistina. Tudo isso vem mais pra frente. Em outras dicas. E, mesmo sobre a Catedral, ainda tem muito pra contar.
http://pt.wikipedia.org/wiki/Vaticano

6 comentários:

  1. Já estive lá por duas vezes. É isto mesmo. Inclusive nos tumulos dos papas embaixo da Catedral. Cada um mais chic que o outro.

    ResponderExcluir
  2. Tão vendo que não minto sozinha........hhheeeeeeeee
    bjins darling

    ResponderExcluir
  3. É de ficar abobada e babando...Falei isso quando voltei prós amigos que ainda não foram: pela TV a gente não faz idéiaaaaaaa do tamanho e da suntosidade da Basília, da Praça e do Museu ufa!
    Beijuuss n.c
    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Pois não é que é...voltaria a Roma...depois de, de, de, de....hhheee
    bjins

    ResponderExcluir
  5. Ieda, hj passo rapido so agradecendo sua visita,semana que vem com mais calma e ja devidamente instalada,prometo ver tudo com detalhes, obrigada amiga.
    bj
    Susi

    ResponderExcluir
  6. Oi Susi, obrigada pela atenção. Venha quando puder. E muito boa sorte na casa nova.
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...