sábado, 6 de março de 2010

Raças e Costumes do Mundo Inteiro.












Me lembro que, quando tinha uns dez anos, meu irmão e eu fizemos um álbum de figurinhas, que acho que foi o único que completei. Chamava-se Raças e Costumes do Mundo Inteiro.
E ele se perdeu com o tempo...
Tenho certeza de que minhas primeiras viagens foram feitas nas gravuras. Ficava louca com a roupa dos povos, a cultura, as tribos, rios, montanhas. Tudo! Atrás de cada figurinha tinha um resumo do país e, desde então, sou apaixonada pela Ásia, Mongólia (que ainda não conheço) Nepal, Índia, todos esses países me encantam desde essa época.

Quando fui pro Iraque trabalhar, o vôo era da Alitália, com escala em Roma. Sei que já contei alguma coisa sobre essa estadia, mas não contei do aeroporto Leonardo da Vinci. Foi a primeira vez na vida, que vi um aeroporto tão grande e com tanta mistura de raças.

Comprei uns postais pra mandar pros amigos e, enquanto escrevia, o mundo passava na minha frente. Pessoas vestidas com os mais diversos trajes dos mais distantes países : japoneses de quimono, árabes com o pano na cabeça, judeus cheios de cachinhos e chapéus pretos, enfim, uma verdadeira Torre de Babel!
E foi aí que o álbum voltou à minha cabeça. Veio completo; com todas as gravuras, trajes, tudo.
Fiquei louca !

Peguei um postal e escrevi pro meu irmão. "Estou dentro do album." E tava mesmo ! Fazia parte dele naquele momento. Começava a fazer parte daquele povo que trançava pra lá e pra cá. Alguém pode ter me observado e dito: "De onde será essa aí, com essa roupa X?" Quiném eu tava fazendo, porque, só mais tarde, pude identificar determinadas roupas.

E continuei a sonhar com o álbum...

Ano passado, resolvi procurar e achei no primeiro lugar que procurei: no Mercado Livre. Não achei só um, tinham várias pessoas vendendo. Pude escolher inclusive o preço, que variava muito.
Fiquei boba, como tanta gente guarda tanta coisa. Ainda bem !
Comprei, veio direitinho pelo correio, super bem embalado e o senhor que me vendeu foi muito simpático.

Hoje, ele tem lugar de destaque na minha mesa de centro na sala de estar. Mó orgulho do meu álbum ! E acabei de ter uma idéia: vou colar uma foto minha nele, num quadrinho especial só pra mim. Eu mereço !

5 comentários:

  1. Chérie, boa tarde.
    Veja como as coisas mais simples despertam desejos escondidos bem lá no fundo da alma.
    Recentemente li alguma coisa sobre a Nova Zelândia(seria a nova terra dos Zés?).
    Me atacou uma vontade de conhecer, de estar lá. Diferente da época do seu álbum, hoje temos o irmão Google e me fartei de informações sobre o lugar.
    Não é o mesmo que vivenciar uma viagem, mas é um bom substituto.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  2. Realmente é uma boa, pra quem não vai viajar. Se for, não se informe tanto, deixe rolar alguma surpresa...rs.
    bjins

    ResponderExcluir
  3. Que história bacana, ieda, no fim das contas sempre cumprimos alguns rituais que a infância nos prescreveu, e que bom que vc pode realizar esse:)
    um abraço,
    clara

    ResponderExcluir
  4. Tb. acho Clara...os sonhos se realizam, precisamos só correr atrás.
    bjins

    ResponderExcluir
  5. ô amiga, que coisa comovente essa que vc postou! vc. é mesmo especial. bjs.

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.