domingo, 24 de abril de 2011

Os caminhos por onde andei, e tropeçei, e tropeçaram outros também

Na mesma proporção que reclamamos do cocô de cachorro nas calçadas e ruas de Paris, os franceses que já estiveram aqui em casa, reclamam dos buracos em nossos passeios. Duas já torçeram o pé feio, de precisar ir ao hospital e imobilizar. Estradas ruins e perigosas, parece não chamar tanto a atenção quanto nossas calçadas. Eles não conseguem entender porque elas são assim. Porque não são conservadas. E elogiam muito os desenhos. Os belos desenhos que os portugueses nos ensinaram a fazer. De tanto ouvir reclamação, resolvi fotografar pelos caminhos por onde andamos, alguns estragos que as quebradeiras por conta de rede de esgoto, raizes de árvores, remendos de todos os modelos, quebradeira por conta de rede d'água, luz e sei lá mais o que, fizeram. Cada um que quer ou precisa, vem, quebra o passio, tasca um cimento qualquer e fecha o buraco, finalizando porcamente um trabalho, sem nem esquentar a cabeça em refazer da forma que era antes. Uma verdadeira casa da mãe Joana. Sem dono, sem lei, sem punição.

Quanto mais andamos pelo centro da cidade, mais as calçadas estão detonadas. Maior a circulação, pior a conservação. E as pessoas,  parece que se acostumaram a saltar buracos, se equilibrar em cima de meios-fios quebrados, saltar poças de água de chuva que enchem os buracos, que só Deus sabe qual poderá ser a sua profundidade.
Descaso total da Prefeitura Municipal da Cidade de Belo Horizonte. Qual é mesmo o nome do prefeito atual?

Retirar as pedras ornamentais, fazer o buraco, resolver seu problema, e depois lascar cimento sem dó nem piedade , pouco se importando em refazer a calçada corretamente, este é o que mais vejo pela cidade toda.

7 comentários:

  1. Ei Eidia Einoite Ei som
    Por acaso vc não conheceria uma cidade em que seus alcaides só se preocupam em manter suas alianças,
    cargos comissionados e aprovação de empréstimos junto a organismos inter ? Se soubé-la, conte-me. No poquer, xadrez ou boliche, tanto faz, é sequência dupla de próclises. Mão cheia. Sem chance.

    ResponderExcluir
  2. Eu procurei....de lanterna na mão...procurei, procurei não achei...aquela cidade, não!!!
    Sinto muito meu bem...
    ótimo domingo de Páscoa pra você
    bjins

    ResponderExcluir
  3. Como diz o Boris: "Isto é uma vergonha!"N só na sua cidade, é comum aqui também,um empurra empurra.
    Aqui o lixo n foi recolhido no feriado(2), imagine como ficou a cidade.Só na terça na minha rua.
    Feliz páscoa!

    ResponderExcluir
  4. É Maga, o descaso juntando com a falta de punidade dá nisso...semana que vem, vou mostrar o lado legal dos nossos passeios...os dois lados da moeda.
    bjos

    ResponderExcluir
  5. morena, aqui no rio, a conservação é respknsabilidade do imóvel em frente... só cabe à prefeitura manter os calçadões da praia e praças. quando é decorrente de obra, a conta é da empresa que realiza a obra, tipo luz, gás, esgôto... mas sempre com presssão em cima, miulta, intimação, dívida ativa. mas não é muito melhor não...

    ResponderExcluir
  6. Meu bem a pressão tem que ser grande e acho que se as multas não forem altíssimas, pra qualquer caso, nada funciona. Só funciona se doer no bolso.
    bjos bjos

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...