sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

VAI E VEM MUITO SUSPEITO

Diante de toda essa merda que está acontecendo aqui na França, ainda consigo rir e fazer minha querida amiga rir um pouco.
Seguinte:
Hoje fomos a uma cidade aqui perto pra fazer uma entrega de  um carro.
Michette trocou de carro e precisava colocar um selo de controle no carro velho e depois sua filha pegaria ele  pra levar pra vender.
OK. Chegamos com o carro novo onde ele tava estacionado (em Ugine, pertim de Saint Nic ) pra pegar e levar pra um lugar onde ele receberia o tal selo.
Deixamos o carro novo no estacionamento, pegamos o velho, levamos no tal lugar, colocamos o selo, voltamos, deixamos o velho, pegamos o carro novo, fomos até a cidade onde estava a filha da
Michette , pegamos ela, voltamos pra onde tava o carro velho, ela pegou o velho nos entramos no novo e cada um tomou seu rumo.
Foi no caminho de volta pra cada um pegar seu carro, que disse pras duas. Essa cidade tá parecendo uma cidade fantasma, um frio da porra, ninguém na rua, mas tenho certeza que já deve ter alguem que espreitando nosso movimento pela janela escondido atrás de uma cortina, que nesse momento tá ligando pra polícia pra avisar de uma ação muito suspeita, que começou com duas e depois de muito vai e vem agora são três mulheres....rs
Periga da gente ser pega antes dos terroristas, eu disse.
E rimos muito dessa bobagem.
Felizmente, pelo menos por enquanto as coisas se acalmaram.
Eu preferia que os assassinos fossem pegos vivos, mas, entre eles e os reféns é evidente que os reféns tem prioridade. Com eles vivos saberíamos mais sobre essa ideia imbecil do ataque ao Charlie Hebdo.

2 comentários:

  1. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Só rindo!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Só rindo mesmo, amiga!...rsss...bjos bjos

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.