domingo, 13 de junho de 2010

Cultura da lingua paralela 3

E continuamos nós com a Horta da Luzia. Tenho me divertido muito.
Muita gente mandando colaborações.
Vamolá:

- Tô voltando agora da redoziara . A passagem aumentou de novo.

- Fizeram uma devasta. Quebraram tudo

- O piso ficou lindo depois que passaram o sintético . Brilhando que é uma beleza!

- Queimou o fuzil de novo. A gente temos que trocar essa filiação

- Meu bem, não sabia que você tinha comprado um Honda-FIAT ..... nem eu...rs
"Mãeeeeeeeeee, pelo amorrrrrrrrrrrrrr de Deus...."

- Estamos fazendo camisetas para a Copa aqui no escritório. Alguém pergunta "Você vai fazer de algodão ou de grafite?". Ela queria dizer "dry-fit"....

- Fiquei internado no GTI quase uma semana.

- Ficou processo de raiva . E com razão.

- Hoje eu acordei ofônica . E com dor de galganta.

- Fica marcado pra telça -fêra sem falta.

- Uma amiga tá fazendo obra em casa e os rapazes da obra pediram dois "caixonetes". Ela escreve para o marido descrevendo o material da obra: dois colchonetes! Ele liga pra ela e pergunta "Para que dois colchonetes? Por acaso os caras estão dormindo lá em casa????"

- Minha máquina tá muito trespassada. Tenho que comprar outra.

- Tão desmontando a ponte. Cada vergão de ferro!

2 comentários:

Brenda Tavares disse...

Tenho algumas pérolas da minha avó, tipo: "Vou te ver no ARIOPORTO". Ou essa tb maravilhosa que ela adora: "Oh minha FIA tô com uma dor no nervo ASIÁTICO".
Ah lá em Belém do Pará o povo usa muito: "Ai que dor na minha COSTA", e eu dizia: é praia é kkkk
Eita Brasilzão meu Deus!
kkkkk

Ieda Dias disse...

Bom dimais da conta, né não Brenda? Eu amo essa simplicidade. Amanhã vou postar uma coisinha que escrevi pensando nisso.
bjos meu bem

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...