domingo, 15 de abril de 2012

Muita chatice e pouca segurança


Tomei birra dessa compania. Povo antipático. Se puder nunca mais viajo com eles. Não que eu seja uma burladora de normas. Ter  normas e regras é uma coisa e normal, chatice é outra.
Pegamos o voo de Budapeste pra Genebra. Peso admitido por bagagem por eles é de 20 kg pra uma única mala. Se quiser levar mais paga 13 dólares por kilo. Caro pra caralho. Bagagem de mão uma só e bolsa pequenina e a tiracolo pra eles é um volume. Bão, espremi o que pude na mala e em uma mochila. Tranquila, no quarto do hotel, coube tudo sem sobrar espaço pra um cotonete. Chego no aeroporto, me empacaram dizendo que a bolsa era uma segunda mala. Saí da fila e fui dar um jeito de sumir com ela.
Fiz um milagre e coloquei a bolsa dentro da mochila e saiu uma blusa de frio e um pé de croc.  Ela ficou quase aberta porque não deu pra fechar o ziper. 
- Tudo bem, pode passar. 
Qual a diferença que existe entre uma bolsa a tiracolo e agora dentro da mochila? Canseira.
Passo pelo raio X, antes tiro o computador da mochila.  A moça pára a esteira e fica tentando descobrir o que tem dentro dela. Mandou abrir. Aí a merda rolou. O que já tava difícil ficou pior. Tirei absolutamente tudo e ela olhou tudo. Não achou nada. 
- Pode guardar. 
- Como assim, guardar! 
Agora não cabe de novo. Quiném criança depois do parto. Não entra de volta nem a poder de reza brava.
Ficaram de fora um pé da croc, a bolsa e uma blusa. 
Hora de entrar no avião. 
- Não pode, porque você tá com três volumes. 
Imagine o meu humor a essa altura do campeonato. Sai de novo da fila, fiquei com a croc e a blusa na mão, recoloquei a bolsa na mochila e pude entrar.Com um pé de sandália na mão a moça me olhou com cara de ódio mas deixou passar e ainda me desejou uma boa viagem falando no piloto automático. Em português claro, respondi pra ela tomar no centro do tuiuiu.
Final da história.
Como estávamos viajando de carro e de trem,  usei muito meu meu canivete suíço e esqueci de tirar ele da bolsa a tiracolo. Ele passou e repassou no raio X e ninguém viu. Tavam mais preocupados com bolsa e bolsinha. Segurança de merda e povo babaca. 
Imagine o que não tá passando por essa segurança idiota e todo mundo viajando crente que tá tudo bem.
Pra finalizar.
Minha amiga tava com 6 kilos de excesso. Eu tinha 19 kilos na mala. Conclusão: ela usou o meu kilo de sobra e colocou o resto na mala de mão dela. Trocou pão por pão. Tudo bem pra EasyJet. 
É ou não é uma empresa idiota?
P.S.: me esqueci de dizer, que esta é a segunda e última vez que viajo por essa compania. Na primeira eles quebraram minha mala, o puxador foi arrancado, preenchi os formulários de costume e nada foi feito. Absolutamente NADA.

6 comentários:

  1. Idiotésima. Eu teria chorado de ódio.

    Saudades!

    ResponderExcluir
  2. Pior que isso só ser repreendida pelo alto-falante dentro da Zara por dançar Michel Teló. Kátia

    ResponderExcluir
  3. Complicado. Segurança total não existe mesmo,é só chatice pra quem tenta cumprir as regras.Mas ficou hilário seu post como sempre, apesar da situação nada agradável,kkkk

    ResponderExcluir
  4. Já me disseram isso, Wilma...rs...mesmo quando fico puta o povo não me leva a sério pq riem do q digo...essa cia realmente me encheu o saco...nunca mais. Economia a base de porcaria. To fora.
    bjos bjos

    ResponderExcluir
  5. Chorar Anoca, nem morta, mas vontade de dar uns socos eu tive,
    bjos quérida

    ResponderExcluir
  6. Tenho certeza q foi escrito por vc jubis....sacaneando mami...depois me conte se é verdade
    bos bjos

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.