sábado, 12 de dezembro de 2009

Porque hoje é sábado aqui e, em Paris...c'est la même chose!













Porque hoje é sábado, me lembrei de quando vivi em Paris.

Era muito engraçado! Uma das frases que a gente mais falava, principalmente no finalzinho da tarde ou à noite, era: "E o pessoal pensando lá no Brasil... eita povo de sorte, agora sabadão, naquela cidade deslumbrante... só Deus sabe o que pode estar rolando...."

E a gente ria muito. Por que?

Porque, quando se mora em uma cidade, ela passa a ser apenas uma cidade. Voce não passa todo dia ao lado do Arco do Triunfo e diz: "Olá Arco, como você é majestoso!". Você passa ao lado da Torre e nem vê, porque tá aproveitando pra tirar uma soneca entre o caminho de um trabalho pra outro.

Me lembro que, uma vez, passei pra pegar um amigo que trabalhava perto do Arco, na Champs Élisées e disse pra ele : "O Arco ficou lindo, hein?" (ele tava há muitos meses todo coberto, sendo reformado por conta de uma infiltração) Meu amigo disse: "Uai, já tiraram os tapumes?" Ele nem tinha visto.

Me lembro também da primeira vez que fui a Roma, conversando com um nativo e admirando aquela beleza de cidade, disse pra ele: "Você não fica louco de poder admirar todo dia essa beleza?" E ele: "hãn?" Juro! Demorou um pouco pra entender. Tinha nascido ali, dentro do Coliseu... rs.

Só sei que, lá como aqui, a semana é aquela correria, ralando o dia todo, enfrentando metrô lotado e sobe e desce escada, chegando em casa murtinho, querendo cair na cama.

Sábado é dia de lavar roupa, dar uma geral na casa, fazer supermercado.

Quem tá pensando em sair? Só queremos escornar no sofá e ver TV, que por sinal é muito ruim por lá (também não tínhamos cabo). Porque lá, como aqui, os canais convencionais são de arrancar os cabelos.

Mas então você pode dizer : "De que valeu esse sacrifício todo? Que vantagem Maria levou?"

Ah! Valeu muito. Valeu porque, como aqui, quando a gente saía num feriado ou de férias aproveitava muito. Comecei a aprender a língua aqui e lá melhorei. Conheci quase tudo que tive vontade e curiosidade de conhecer e, se voltar ainda N vezes, vou ter coisas pra conhecer. Fiz amigos maravilhosos, reformei minha casa no Brasil, ganhei dinheiro, gastei dinheiro e aprendi, aprendi muito e ri muito também.

E o que me dá maior prazer até hoje : posso mostrar a cidade pros amigos, passando por cantinhos, ruelas, praças e lugares que, provavelmente, sozinhos, dificilmente passariam. E contar os causus, porque em cada esquina, em cada bairro, já aconteceu alguma coisa que vale a pena ser contada.

E, pra finalizar, poder tá fazendo esse blog que tem me dado tanta alegria e prazer. Tudo isso só é possível, só posso dizer tudo que tenho dito, por conta do que vivi pelo mundo e por conta também dos "caminhos por onde andei".

6 comentários:

  1. Salve !
    Navegando pela grande rede sem rumo com a intenção de divulgar o meu blog cheguei até você e gostei do que vi.
    Já percebi que existem alguns blogs muito parecidos com o meu, ainda bem que estou no ar desde 2006 (até o layout é igual...falta de criatividade é um problema). No momento estou impedida de fazer leituras muito extensas, pois a claridade da telinha está prejudicando um pouco a minha visão, devo tomar um pouco mais de cuidado, mas em breve resolverei esse problema. Bem, já que estou aqui aproveito para convidar a conhecer
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... em
    http://www.silnunesprof.blogspot.com
    Eu como professora e pesquisadora acredito num mundo melhor através do exercício da leitura, da reflexão e enquanto eu existir, vou lutar para que os meus ideiais não se percam. Pois o maior bem que podemos deixar para os nossos filhos é o afeto e uma boa educação. Isso faz com que ela acredite na própria capacidade, seja feliz e tenha um preparo melhor para lidar com as dificuldades da vida. Com amor, toda criança será confiante e segura como um rei, não se violentará para agradar os outros e será afinada com o próprio eixo. E se transformará num adulto bem resolvido, porque a lembrança da infância terá deixado nela a dimensão da importância que ela tem.
    VAMOS TODOS JUNTOS PELA EDUCAÇÃO, NA LUTA POR UM MUNDO MELHOR !
    Se achar a minha proposta coerente, siga-me nessa luta por um mundo melhor. Peço que ao responder deixar sempre o link do blog, pois vez por outra o comentário entra com o link desabilitado ou como anônimo. Por causa disso fico sem ter como responder as pessoas.Os meus comentários também entram via e-mail, pois nem sempre a minha conexão me permite abrir as páginas: moro dentro de um pedacinho da Mata Atlântica, creio que mais alto que as antenas, com isso a minha dificuldade de sinal do 3G. Espero queentenda quando não puder visitá-lo.
    Daqui onde estou, os únicos sons que escuto aqui é o dos pássaros, grilos, micos., caipora, saci pererê, a pisadeira, matintapereira ... e outras personagens que vivem pela mata.
    Por hoje fico por aqui, já escrevi demais. Espero nos tornarmos bons amigos.
    Que a PAZ e o BEM te acompanhem sempre e que os bons ventos sopre, sempre a seu favor.
    Saudações Florestais !
    Silvana Nunes.'.

    ResponderExcluir
  2. Oi Silvana, ja dei uma passada no blog e gostei. Vou lendo com calma . Amei as fotos. Muito boas.Indio feliz é muito bom, né? Vc. falou de problema nos olhos, o fundo negro fica lindo e as letras saltando da tela tb. , mas me doem os olhos, embaralham a visão...rs.
    bjins

    ResponderExcluir
  3. IEDA AMADA
    Por que hoje é sábado e é bão demais saber que vc tem muiiiiitas histórias prá contar! Tôdentro com força rsrsrs
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Ainda tem muita estrada pela frente, cara colega...vamo nessa
    bjins

    ResponderExcluir
  5. Oi Iêda!!!
    Andei sumida, é a correria não opcional de fim de ano, mas já estava com saudades dos seus causos!!!
    Gostei desse post sobre sua temporada em Paris e isso me fez pensar duas coisas... Uma, que olhei pouco pras coisas nos lugares onde morei, natural... Duas, que vou passar seu contato pra uma amiga (Regina Pimentel) que está indo pro interior da França e precisa de umas dicas. Não sei se interior também é contigo, mas imagino que talvez você possa ajudá-la em algo...
    Bjo grande

    ResponderExcluir
  6. Pomandá meu bem e não some não.
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.