terça-feira, 3 de novembro de 2009

Brasileiro não consegue viajar light. Zé contando.



A empresa onde trabalho resolveu abrir um escritório em Pequim e lá fui eu procurar um chinês para servir de base e me ajudar nos trâmites iniciais. Já tinha uma referência boa da pessoa e fui encontrar com ele lá. Não vou falar o nome aqui, porque vocês sabem, este Blog corre mundo e não queremos expor as pessoas.
Mas o interessante é que os chineses pra facilitar as coisas pros ocidentais, escolhem um nome ocidental e se auto-batizam com aquele nome e todos nós ficamos conhecendo pelo nome ocidental, caso contrário, todos chamariam Xin Chon Quan ou Xon wuan Jiang, e assim vai. Mas o nosso chinês lá chamava-se Robert. Very easy, isn't it? (Muito fácil, não ?)

Pois bem, encontrei com o Robert em Pequim, selecionamos algumas salas, verifiquei a documentação necessária pra abrir uma empresa na China, etc, etc, e voltei pro Brasil. Dois meses depois, meu chefe me chama e me diz : "Zé, vamos a Pequim que quero ver aquelas salas e dar andamento a essa proposta". O chefe foi, e com a família. Estavam de férias, iriam também. Liguei pro Robert e expliquei tudo pra ele. Pedi pra arrumar uma van pra nos esperar no aeroporto, pois éramos 8 pessoas. Chegando em Pequim, lá estava o chinesinho Robert nos esperando. De repente, ele fica branco e só depois pude entender o porquê: a van que ele tinha arrumado cabia 8 pessoas... E NENHUMA MALA. E chefe quando viaja com familia, haja mala!! Chinês corre pra cá, fala ao telefone, corre pra lá e repete mil vezes, "wait a moment", "wait a moment" (só um minuto, só um minuto). Alguns longos minutos depois, chega a van com uma carretinha atrás. Problema resolvido!!! Fomos nós pro hotel de van, com uma carretinha atrás coberta de malas !!
Meses depois, a situação se repete. Ligo do Brasil pro Robert e digo a ele que estaríamos "toooodos" de volta a Pequim em tal data. Chegando ao aeroporto, tava lá o Robert todo sorridente e nós com a habitual montanha de malas atrás. Seguimos pro estacionamento, mas como eu não via van nenhuma, perguntei pr o Robert: "Robert, where is the Van?" (Cadê a van ?) Já preocupado de ter o mesmo problema novamente e o chefe julgar minha, a incompetência.... Robert dá um largo sorriso de dentes estragados e aponta prum ônibus.

Gente, um ônibus gigante !!! Viação Cometa perdia praquele ônibus!!

Chefe olha pra mim e pro chinês e diz: "Vocês dois fazem uma bela dupla!!"

Fazer o quê, né? Pelo menos não pagamos mico de chegar no hotel com carretinha atrás...

2 comentários:

  1. Amada, já disse procê que só vou crê no Zé qdo o conhecer rsrsrs!Tive fora no feriado e deixei td programado no blog, do jeitinho q cê me ensinou...espetáculo de "carretinha" chic, sô! O trem funciona mesmo rsrsrs!
    Beijuuss nc.
    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Vais conhecer meu bem...e essa tal de internet vive num universo paralelo, mas as vezes ela nos obedeçe......rs
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...