quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Tarados não vão com a minha cara.Talvez não seja com a cara...


Em acampamento de obra acontecem coisas que até Deus duvida. Perguntem pra quem já morou em um. Eu conto os casos e tem gente que não acredita. Dou razão !

Numa certa época, apareceu um tarado no nosso acampamento. Tarado! Pode com uma coisa mais antiga? Pois é ! Toda manhã tinha alguém contando do ataque noturno. Ele sempre vinha à noite, quiném vampiro.

Comecei a duvidar do tal tarado quando escutei um caso de ataque que começava assim: "ele foi empurrando a porta com toda força e já caiu dentro do quarto. Não deu tempo de me desvencilhar". Ok! Caiu dentro do quarto, sendo que a porta abria pra fora. Não pensei duas vezes.

Escrevi numa folha de cartolina, com letras bem legíveis, e colei na porta do meu quarto:

Atenção, Sr. Tarado ! Não precisa bater nem arrombar ! A porta tá aberta! Seja bem-vindo!

Tô esperando até hoje. Falta de sorte!

2 comentários:

  1. vc está em dia heim? Me lembro do caso da chave mas ri tudo de novo.

    ResponderExcluir
  2. Eu mesma rio de todos estes casos.
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.