sábado, 14 de novembro de 2009

A língua que eles falam, já foi a que a gente falou um dia...


Oba! Enfim chegamos a Portugal, depois de uma longa caminhada pela Europa. E enfim, vamos falar a nossa língua...sem precisar ficar a cada hora tentando entender uma língua diferente e nos fazer entender.

Doce ilusão! Quem disse que o português de Portugal é igual ao português falado no Brasil? A língua pode ser a mesma, mas nós demos uma guinada nela de vários graus.

Quando estou fora do Brasil, sempre que me perguntam qual a língua falada no Brasil, digo que é brasileiro. Quem ouve o português falado nos dois países, percebe muito bem a diferença.
Carro alugado, pé na estrada. Na primeira perdida de caminho, meu amigo pára o carro, põe o cabeção pra fora e, muito gentilmente, pergunta a um gajo:

"Por favor, como fazemos pra ir a tal lugar?"

O moço, todo gentil, diz:

"Há ailí umap'lacqui lindic....."

? ? ?

Como, meu senhor?

"Há ailí umap'lacqui lindic...." feito neném aprendendo a falar, ele repetiu exatamente o mesmo som e nós não entendemos nada de novo.

Meu amigo nem deixava o moço continuar a frase, porque não entendia nada e viu que não ia adiantar pedir pra repetir de novo.

Agradeceu muito a "falta" de informação e ficamos tentando por horas decifrar o que ele havia dito.
Depois de muito pensar e, depois de ouvir mais um pouco a lingua, conseguimos. Era:

"Há ali uma placa que lhe indica..." - Este era o princípio da frase que ele iria completar, com certeza, com uma outra que a gente não iria entender, mas que traduziríamos mais tarde para: "... a direção do lugar pra onde vocês querem ir".

E tem mais outra : levar dicionário não resolve, porque a escrita confere, só não confere o sotaque.

6 comentários:

  1. Amada eu passei por isso e mais um tanto, recentemente rsrs. Não sei como eles conseguem nos entender perfeitamente, e nós parecemos uns doidos tentando decifrar o que dizem. Me explicaram por lá, que é de tanto eles verem as novelas globais. Será?
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot

    ResponderExcluir
  2. Sabe que pode ser mesmo? Eles se acostumaram com nossa maneira de falar, mas continuam com a deles...é uma outra lingua realmente. Eu falo Brasileiro.
    bjins

    ResponderExcluir
  3. Nós, os portugas, entendemos, por exemplo, o espanhol sem legendas, entre um monte de outras línguas e dialetos, porque temos as nossas limitações...conseguimos vir ao Brasil sem intérprete, entender as novelas sem legendas e conversar animadamente com os mais "ilustres" caipiras, matutos e caboclos deste imenso Brasil; Tudo porque temos as orelhas grandes...He,he!

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.....meu garoto!!!!!!!!!!!!!
    bjins darling

    ResponderExcluir
  5. curioso, estudei com alguns brasileiros na Universidade e eles nunca fizeram essa observação. Entendiam perfeitamente tudo o que diziamos...

    ResponderExcluir
  6. Oi Olivia. Pois é, tudo depende muito. Por exemplo aqui no Brasil dependendo da região, precisamos perguntar até mais de uma vez o que o outro tá dizendo. Diferenças de sotaques, palavras, entonação. O mesmo deve acontecer em Portugal, como em qualquer país. Num ambiente de faculadade acredito que seja menor o problema.
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...