quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Dr. Subodh recebe Puja em Varanasi

Voltamos de Varanasi agora à tarde. Foram só dois dias, mas, tão intensos que pareceram doze.
E já vou contando o final da história. 
Nada vai ser feito pelo problema de gigantismo do pé  da Puja. Fiz tudo que pude, a família ficou muito feliz, mas não quer "expor a menina", como eles disseram a um tratamento super longo, dolorido, com muito sacrifício e ainda não ter um resultado perfeito.
Só quem vive neste país pode entender o pensamento da família. 
Esta ida a Varanasi por exemplo, mesmo que eu conseguisse todo o tratamento gratuito, eles não teriam condições de pagar pelo sustento de quem vai ficar com ela, não tem grana pra levar aqui e ali, não sabem se locomover em uma cidade grande. Pra você ter uma idéia, conhecer o Rio Ganga (Ganges) e mergulhar nele, é tão importante e emocionante, quanto pra um católico fervoroso conhecer o Papa. Depois das indas e vindas, do trânsito louco e barulhento de Varanasi, hoje pela manhã eles desistiram do mergulho. Todos queriam voltar pra casa. Ficaram exaustos e assustados. Foi a primeira vez que eles saíram do Vilarejo onde moram.
O Dr. Subodh nos recebeu com a maior atenção e carinho. Conversou calmamente com a avó e o pai da Puja. A avó falou bastante e foi muito clara quando disse:
- Se não for pra ela ficar perfeita, nada vai ser feito. Não vou deixar ela ser toda cortada e picada de agulha por meses a fio.
Quando você vir o filme, pode achar que é um pensamento louco de uma pessoa que não tá pensando na dificuldade que é  e vai continuar a ser  vida desta menina.
Mas ao mesmo tempo, olhando pro corpo da Puja, que sem aquela perna não deve chegar aos 30 kilos, com 9 anos de idade, perceberá que é só pele e osso. Não tem carne quase alguma e gordura nenhuma. Realmente iria ser um sacrifício sem fim. Com possibilidade inclusive dela não resistir a pelo menos cinco cirurgias necessárias, conforme explicou o Dr. Subodh. 
Ela tem um tumor na barriga que teria que tirar, operar o joelho, e a perna e o pé não dá pra saber o  numero de cirurgias necessárias pra chegar a um ponto satisfatório.
Eu prometi aos pais, que a decisão pra qualquer tipo de tratamento seria somente deles. Então assim vai ser feito.
Temos uma outra forma de ajudar essa menina doce, gentil, estudiosa, inteligente, que abre um sorriso lindo toda vez que olho pra ela. Dando a ela uma melhor condição de sobrevivência. Ajuda em dinheiro e com idéias pra amenizar a peleja da vida dela. 
To pensando em uma bicicleta elétrica. Coisa da minha cabeça. Uma bicicleta pequena e resistente e poderíamos adaptar uma espécie de cestinha pra ela apoiar o pé.  É a primeira ideia que me veio à cabeça.Mas se você tiver alguma ideia legal,  por favor escreva pra mim, que corro atrás.
Mas, não pense que foi uma viagem triste e pesada. Pelo contrário. Foi muito engraçada, nos divertimos muito e tenho causus pra contar por uns dez dias sem parar.
Aguarde!
E mais uma vez quero agradecer muito, de todo coração, todo o apoio de grana e moral que tive pra conseguir esta consulta e tentar fazer alguma coisa pela minha princesa, que é como eu a chamo.
Muito obrigada mesmo, e,  Eliana querida, sem você eu não teria chegado ao Dr. Subodh e nem teria tido todo o sucesso que tivemos em nossa empreitada. 
Obrigada, amiga!


Eu me enganei. Vieram duas avós. Uma desistiu uns 15km depois de sair de casa e voltou. Dei comprimido contra enjôo pra todos. Devolveram os comprimidos nos primeiros kilometros...rs


O filhinho do professor também foi pra consultar. Conto a história dele no próximo post.

Todos vendo o seu rio Sagrado pela primeira vez

Chegando ao Hospital

Dr. Subodh.
 http://oquevivipelomundo.blogspot.in/2012/07/alegria-alegria-alegria.html
Um mestre indiano na cirurgia plástica! Adora o Brasil e já foi mais de uma vez. Acertei quando trouxe pra ele  de presente a nossa bandeira. Ficou super emocionado!



Saindo do Hospital

Se você puder colaborar com o  projeto da
   
http://www.premametta.org/   

deposite sua doação na minha conta do

HSBC
Iêda Dias
Ag.: 1561
Conta.: 0831621
CPF.: 156643506 44


Estamos programando de iniciar os trabalhos no Ambulatório este mês ainda. Precisamos muito  da sua ajuda financeira.
Muito obrigada

2 comentários:

Anônimo disse...

Os filmes dão bem a idéia da coisa ! Super legal ! beijos Mar

Ieda Dias disse...

Tb. acho meu bem..bjos bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...