terça-feira, 22 de setembro de 2009

Acredite se quiser...


Quando fui à China há muitos anos atrás, um amigo chinês que trabalhava comigo no Iraq me deu uma carta prá eu entregar a um amigo dele em Beijing (Pekim). Ok. Só tinha um senão. Se eu não encontrasse o cara ou eu comia a carta, ou rasgava em mil pedaçinhos, colocava no vaso e dava descarga. O amigo trabalhava com turismo e poderia nos ajudar. Muito bom.
Peguei a carta meio como que carregando uma brasa não mão, já que tava escrita em chines e não tinha idéia do que.
Chegando em Beijing fui até o endereço, um prédio como se fosse uma Secretaria de alguma coisa, serviço público. Mostrei o nome dele na recepção e depois de muito vai e vem, a moça me disse a qual andar devia ir. Subi e desci escada, fui a várias salas, subi, desci, um prédio esquisito parecia que tava em reforma, ao mesmo tempo parecia que estavam de mudança, sei lá. Enfim, não encontrei.
Voltei à recepção falei de novo com a moça e ela depois de muito confabular com pessoas, me colocou no telefone com o moço. Êeeeba!!!!!! Falei com ele, super gentil, disse que tava numa reunião e que não poderia falar comigo naquele dia e que eu voltasse no dia seguinte. Ok. Voltei.
Recepção de novo, mesma moça, mesma peleja prá me comunicar, não conheço, nunca me viu, não é aqui, nunca vi, mas falei com ele ontem, você que ligou prá ele, eu não, você está enganada, eu não, não sou louca, você só pode estar brincando, o próximo da fila, obrigada e até mais ver.

Fui embora. Até hoje sou encucada com essa estória.

Ps.: não comi a carta. Usei a segunda opção.

5 comentários:

  1. Ieda,

    seus "causos" são muito bons! Se eu pudesse, eu ficaria aqui a tarde inteira lendo seu blog... PARABÉNS!

    Adoro sua forma leve e descontraída de escrever! E sou muito orgulhosa de ter uma amiga global como você!

    Lembro sempre de você com uma frase que escutei um dia: - Se eu pudesse quebrar as regras, a primeira seria: - Trocar a escola de meu filho por uma volta ao mundo!

    Beijos,
    Karlinha.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada meu bem e já li seu blog também. Deixa de preguiça e volte a escrever porque ele tá muito legal. Aproveite antes que o filhotinho chegue, porque depois, adeus viola.

    bjins
    eidia

    ResponderExcluir
  3. Ieda Amada, dá prá postar um por dia???? Tô precisando fazer outras coisas e não desgarro rsrsrs
    Beijuuss n.c.

    ResponderExcluir
  4. Você é mesmo de confiança, hein, tia?!!! Que dignidade!

    Eu, aqui no topo da escórnia da humanidade, odiei ler a história e não saber o que tinha na carta. Estou me mordendo aqui! Não dá pra perguntar pro emissor da carta? Eu pago o interurbano, a gente vai na Márcia Goldschimidt pra ele ser encontrado, qualquer coisa! Hein?

    ResponderExcluir
  5. Tive outra idéia! Onde estão os pedacinhos da carta? Você chegou a jogar na privada e dar descarga? Ou ainda podemos achá-los e colá-los?

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...