quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Quando tem que ser é mesmo. Não adianta fugir, amigo.


Eu trabalhei no Iraque por muitos anos e conheci muitas pessoas. Muitas mesmo! E um dos meus melhores amigos trabalhou lá também, no mesmo período que eu e, durante dois meses, quase do lado da minha sala, e nunca o vi, nos reunimos ou nos encontramos. Gente demais trabalhando em um país estranho.Tudo era muito novo.

Voltando pro Brasil, resolvi dar um rolé pela Europa. Minha primeira passada por lá. Conhecer a velha senhora, eu e uma amiga.
Uma colega de trabalho, sabendo que passaríamos por Paris, deu-me uma carta (O que é isto? Pesquise no Google) pra entregar pra ele. Eles tinham trabalhado juntos. Além de dar notícias dela, teríamos a oportunidade de conhecer um cara legal, segundo ela.

OK. Eu recebi a carta e partimos pra nossas merecidas férias. Isso era lá pelo final de agosto.

Caminhamos e caminhamos e, esta viagem, também resultou em muitos causus que contarei noutra hora..

Chegamos a Paris. Como ficaríamos poucos dias, liguei logo pro moço. Como prometido, cheio de simpatia, ele nos convidou para jantar e dar um passeio no intervalo entre um trabalho e outro.

Estava em Paris desde que saíra do Iraque, juntando uma graninha antes de retornar ao Brasil e, talvez, o fizesse no final daquele ano ou início do próximo.
E fomos e passeamos e ele nos mostrou muitas coisas lindas que, somente aqueles que moram na terra, tem o prazer de conhecer, e me mostrou uma pracinha que era sua favorita, com um único banco de madeira, uma árvore no centro e, naquela noite, foi encomendada uma puta lua cheia que fazia gritar a alma. Esse lugar tornou-se um dos meus lugares preferidos pra mostrar aos amigos, sempre que nos encontrávamos em Paris .

Foi um encontro muito bom!

Ele me contou sobre a família em Belo Horizonte, onde moravam e não era muito longe da minha casa, na verdade, era pertinho.

Quando nos separamos, ele me deu o telefone de uma tia (usava isso na época) e me pediu pra ligar, dizendo que a gente tinha se encontrado, que tava tudo bem, essas coisas que tia adora saber... que ele tava limpinho, não tava com fome e com muita saúde.

E passamos por Portugal e Espanha antes de chegar em casa.

Bão, cheguei e fui me readaptando com a Pátria Amada Idolatrada, Salve! Salve! lentamente. Liguei pra tia do meu novo amigo, dei a notícia, ela ficou toda feliz.

Voltei a trabalhar, reencontrar com os amigos e, finalmente, retomar minha rotina.

Um dia, do nada - devia tá procurando um telefone na agenda - eu vi o nome da tia e, só Deus sabe porquê, decidi ligar pra ver se eles tinham notícias, se sabiam quando ele voltaria, quer dizer, qualquer novidade.
Um primo dele atendeu o telefone e eu perguntei. Ele me disse: "um minuto que tão tocando a campainha e pode ser que seja ele".
Dois segundo depois, meu amigo pega o telefone e já vai perguntando: "Uai! como você sabia que eu tava chegando?" Eu disse: "chegando como?" E ele: "acabo de chegar do aeroporto nesse minuto".

E nunca mais nos separamos.
"Um amigo alegre numa viagem é quase tão útil quanto um veículo." Públio Siro

10 comentários:

  1. Ah nemmmmm! Vai ser metida assim laaaaá....aí na França!
    Beijuuss n.c.

    www.toforatodentro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Caríssima, como vai seu passeio?
    Preciso confessar uma coisa.
    Me perdi dentro do seu blog e agora vem este post em francês?
    Agora é que não me encontro mais.
    Estou repassando todos os posts para me reencontrar.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. kkkkkkkkkkk....desculpem foi cagada minha...tava trabalhando em dois computadores. E envie o post no frances......mas que ficou engraçado, lá isso ficou....rs.
    bjins

    ResponderExcluir
  4. Olá

    O blog Amiga da Moda, está fazendo seu 1ºsorteio e ficaria muito feliz com sua participação. O brinde é uma fofura.Gostaria muito de contar com sua ajuda na divulgação.
    http://amigadamoda.blogspot.com

    Beijo

    Kinha

    ResponderExcluir
  5. Agora entendi porque tradutor simultâneo nao consegue traduzir piada.

    Texto estranho quando traduzido. Dá até pra entender, mas perde a picardia (desenterrei, hein?!) do " abrasileirado".

    Volta logo, notebook!

    Beijão.

    ResponderExcluir
  6. kkkkkkkkkkkkkk ja voltei...cagadinha de leve. Podia dizer que era pra ver se a turma tava alerta.......hhheeeeeee
    bjins meu bem

    ResponderExcluir
  7. Quando tem que ser é mesmo. Não adianta fugir, amigo!

    Querida Ieda,

    temos acompanhado com muito interesse esse seu blog genial. Porque nele encontramos, seu sempre bom humor, suas dicas sempre úteis, sua grande experiência, sua simplicidade, enfim tudo isso que faz do WWW.oquevivipelomundo.blogspot.com (Os Caminhos por onde andei) uma ferramenta fundamental para quem gosta de viajar.

    Diante disso, já que estamos com viagem marcada para Lisboa, Londres e Escócia, abril próximo, buscamos dicas sobre lugares (tipo, o que não é merece ser visto) ; onde ficar (hotel bom, bonitinho, baratinho e pertinho); onde passear; onde comprar (coisas bonitinhas e baratinhas); o que conhecer, etc...

    A idéia inicial chegar a Londres e depois seguir de carro até Edimburgo e Glasgow, conhecendo pequenas cidades do interior inglesas e escocesas.

    Depois voar para Lisboa e visitar também de carro pequenas cidades próximas à capital lusitana.

    Beijos,

    Aldo e Taia

    ResponderExcluir
  8. Gente, que coisa boa saber que tô sendo perseguida por vocês. Vou ver tudo que puder encontrar e passo com todo prazer.
    bjos bjos e saudades do povo

    ResponderExcluir
  9. Nem sei onde comentar.... Axo q e aki mesmo. Adorei ver a história do nosso primeiro encontro em Paris e a "continuidade" do nosso primeiro encontro no Brasil. (Mencionaria também q dakele telefonema, despedimos-nos tipo "ah tá... eu te ligo qq dia (será?)" E nunca nos ligamos... mas, o destino insistiu. Um dia saíndo de casa me deparo com vc na rua, em frente à minha portaria. Aí sim, foi bejo-na-boca e nunca mais parou.
    Sou orgulhoso demais de ser seu amigo desde então, forever and ever.
    Bjs. carinhosos.

    ResponderExcluir
  10. Eu também meu bem . Bons tempos que durarão pra todo o sempre amém nós todos.
    bjins
    saudades

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...