terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

Vendendo o peixe pelo mesmo preço que paguei
















A gente pensa que só nossos governantes são campeões em fazer merda. Ficamos um pouco aliviados quando descobrimos a merda dos outros, em outras terras.

Vou passar o peixe pelo mesmo preço que tô comprando.

O francês, de modo geral, não é a favor de vacina. Seja ela qual for. Até as vacinas que, no Brasil, são obrigatórias, pra crianças, aqui não são, assim, nem todos vacinam os filhos.

Com a história da Gripe A, o bicho tá pegando por aqui.

Segundo os amigos nativos, fez-se um alarde tamanho como se não fosse ficar pedra sobre pedra, quer dizer, não ia ter espaço pra enterrar tanta gente, tamanha a força com que chegaria a gripe aqui, acompanhada do inverno.

E taca o governo a comprar vacina. A Ministra da Saúde autorizou a compra de uma quantia absurda, segundo o povo. Três terços da vacina, que daria pro mundo todo, foi comprada aqui. Segundo o governo, seriam aplicadas em duas doses, só que, a segunda dose, quando fosse ser aplicada, a validade já teria ido pro brejo.

Foram encomendadas 94 milhões de doses. População da França = 65 milhões. Preço em torno de 700 milhões de euros. Estão tentando aplacar a fúria da população, negociando com os laboratórios (segundo o que ouvi, a ministra já trabalhou em um deles) a devolução da metade.

Foram gastos 350 milhões de euros em máscaras. Milhares delas, não sabem onde enfiar.

Mobilizaram postos de saúde, que ficaram às moscas ( foto acima) porque o francês tem confiança no médico que ele conhece, que o acompanha. Não se deixa vacinar por um médico de posto de saúde. Vários médicos colocaram aviso na porta do consultório dizendo: "Não dou vacina conta Gripe A".

E pra piorar ainda mais a situação, nessa época do ano, existe um surto de diarréia. Comum como uma gripe de inverno. E ele veio brabo, pior do que a gripe tão esperada.

Daí, que tirei a charge da Ministra da Saude, dizendo que já encomendou 94 milhões ( mesmo número da vacina ) de papel higiênico. A tradução literal fica meio danada de fazer. Deduzam vocês.

Tudo que estou repassando, li nos jornais locais Liberátion, Figaro, le Monde. No Le Monde de 04 de janeiro, tem uma reportagem com todos os valores gastos pra essa GripeA.

Em torno de 2 bilhões de euros.

E continua a confusão. Segundo o povo, isso é uma pouca-vergonha. Briga de interesses de laboratórios. Li vários comentários de muitos leitores, mostrando o que é usado como verba pra várias doenças, como o câncer por exemplo e nem chega aos pés do que foi gasto com a gripe.
Li, também, que estão tentando negociar o repasse do encalhe pros países pobres. Se a merda já tá feita, eu acho que, o mínimo que poderiam fazer pra melhorar a situação, seria doar.

Enfim, eles que são brancos....mas aqui como aí, o bicho pega sempre onde?

No bolso do povo, é claro!

" Ao redor dos quatro pontos cardiais desdobram-se como bandeiras as ruas, oxalá meus versos erguidos tremulem essas bandeiras." Jorge Luis Borges.

2 comentários:

  1. Eta!!
    Quer dizer que o negocio ta feio por ai..kkkk..
    bj

    ResponderExcluir
  2. E bota feio nisso, Susi. A francesada tá cuspindo marimbondo...rs
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...