quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Quimioterapia com glamour... pode sim.
















Conheci em Paris uma loja que me deixou emocionada. Deve ter uma similar no Brasil, mas eu não conheço. Se conhecerem me digam por favor.
A proprietária teve câncer e durante a quimioterapia procurou pela cidade produtos que pudessem amenizar aquele período sofrido. Que a deixasse bonita, uma peruca que fixasse bem em sua cabeça completamente calva, maquiagem que não lhe desse alergia, enfim, queria continuar bonita e com a moral alta.
Não encontrou. Então resolveu abrir uma loja em que as pessoas encontrassem acessórios legais e que pudessem ser utilizados durante o tratamento. Porque a gente só fica sabendo destas coisas quando precisa. Por exemplo não sabia que a pessoa em tratamento não pode com cores fortes, tem alergia a maquiagem, tinturas. A loja tem sobrancelhas e cilios postiços, lingerie e muita coisa mais.

Além da Boutique existem salas e pequeno auditório onde são feitas palestras, relaxamentos, e troca de experiências entre as clientes. Um lugar realmente reconfortante.

A proprietária não entendeu a princípio a minha visita, porque graças a Deus estava somente querendo conhecer a loja, mas depois que expliquei que havia lido no Libération a matéria ainda no Brasil, fiz questão de ir conhecer pessoalmente. Daí pra frente o papo foi muito bom. Fui muito bem recebida. Estava havendo uma conferência que queria ver, mas elas acharam melhor não, pra não constranger as pessoas. Um carinho só.
Já imaginou um desfile de moda com as pacientes usando os acessórios adequados? Um charme!

Quem estiver pensando em abrir uma Empresa, esta é uma dica e tanto. Vai engordar o seu bolso e a sua alma.

É um lugar super simpático aconchegante e tem salas onde as pessoas experimentam todos os produtos sem constrangimento. Sem se sentirem diferentes porque todos que estão lá estão pela mesma situação. Procurando as mesmas ajudas. Sejam pra elas, pra irmãs, mães, amigas, não importa.

O slogan da loja é de uma douçura só:
"Porque uma mulher doente, só está doente".
"Parce qu'une femme malade n'est pas que malade..."

E lá comprei o meu boton de laçinho rosa. Uso direto.

4 comentários:

Ana disse...

Não é mole de jeito nenhum. Mas uma loja dessas ajuda na manutenção da integração dessas pessoas na sociedade, seja amenizando alguns sintomas do tratamento, seja melhorando a auto-estima das pessoas que vão encarar a questão sem amenizar muito. Seja pra quem quer passar por aí como uma pessoa que não está doente, seja pra quem quer assumir o momento da doença com muito estilo. Não importa. Imagino que não tem jeito certo ou fácil de passar por um câncer. Então fortalecer a pessoa numa hora tão difícil é o que vale. E esta loja parece levar este papel muito a sério. Tomara que existam similares no Brasil. E tomara que esta loja também trabalhe mais diretamente visando a dimimuição do preconceito.

Ieda Dias disse...

Dá prá sentir tudo isso no clima da loja. As pessoas que trabalham são delicadas sem serem piegas. Sabe, a dona da loja me contou que as vezes uma pessoa, passa pra lá passa pra cá várias vezes antes de ter coragem e entrar. Elas não forçam a barra nem quando a pessoa entra dizem que estavam observando. São todos atendidos como seres humanos normais. Que não são doentes. "Estão" doentes.

bjins

Gabi disse...

Olá, Iêda! Achei seu blog por um comentário no Conexão Paris, e como estou planejando uma viagem pra lá, resolvi ler seus posts sobre a cidade e me deparei com esse aqui. Me lembrei na hora da história da minha tia, costureira de mão cheia que teve um câncer de mama, e como não se adaptou às perucas e não achava nada pra comprar, resolveu fazer seus lenços e turbantes. Hoje ela tem uma loja na sua casa em Pres. Prudente, mas tem também um site onde vende suas peças: www.estacaooutono.com.br. Lá ela conta um pouco de sua história.
Tudo bem que faz 2 anos que vc escreveu isso e nem sei se vc vai ler, mas vai que alguém cai aqui, como eu, né?
Adorei seu blog falando das coisas desse jeitinho mineiro!
Abraço

Gabriela

Ieda Dias disse...

Gabi, adorei vc ter falado s/ a loja da sua tia. Vou visitar e postar aqui...Pode? Aproveite e visite a loja em Paris. As proprietárias são umas fôfas....quem sabe sua tia não faz uma dobradinha com elas.
bjos bjos

VEJA TAMBÉM

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...