sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Mico meu...êpa!!!


E estamos uma amiga e eu na China. Tem muita coisa que aconteceu por lá que vou contando aos poucos. Mas essa história é dura na queda. Sinto vergonha só em lembrar.

E lá vamos nós conhecer as muralhas. Onibus de turismo, chinesinho falando o tempo todo e minha amiga não perdia um minuto pra dar uma dormida. Eu sou do tipo que fico sempre alerta olhando, vendo e falando. Demais. Porque não calo essa minha boca um pouco?

O micro onibus não tava cheio. Minha amiga na janela eu corredor ao meu lado um rapaz e na janela sua mulher.

Sem muito pra onde olhar eu precisava de reparar no moço? Não, né? Mas reparei. Reparei e falei: amiga, olha só o tamaanho da "mala" desse cara! Nunca vi uma "mala" assim. E ainda piorou. Disse: que beleeeeza! Como ela não acordou, não disse nada a conversa não rendeu. Obrigada Senhor! O moço quieto estava, quieto continuou.

Chegamos nas muralhas andamos passeamos fizemos comprinhas e hora do almoço. Nosso lugar à mesa era junto com o casal. Eu já nem me lembrava do que havia dito.

Então foi servido um suco em uma garrafa transparente, mas ele era meio encardido, parecia limonada ou laranjada, quer dizer uma cor de água suja. Viro eu prá minha amiga e digo; de que será esse suco? ela. Não tenho idéia. No que vira o rapaz mui gentilmente diz em alto e bom tom e em portugues: acho que é de laranja.

Ele falou e eu imediatamente pedi pra morrer. Morrer só um pokim...pelo menos por umas duas horas. Mas não morri. Tive que segurar a onda. Deus seja louvado.

Que vergooonha!!!! Mas não pensem que aprendi. Tem mais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...