domingo, 4 de outubro de 2009

Cada macaco no seu galho, cada um com seu costume.


Lendo sobre o formalismo da língua francesa, me lembrei de uma visita que o Fernando Henrique Cardoso fez à França. Morava lá na época e li nos jornais.

Não me lembro de todo o teor da entrevista, mas o que achei interessante foi o FHC , que na época era Presidente, explicar como funciona aqui no Brasil a maneira de nos relacionarmos com as pessoas. Como cumprimentamos, nos apresentamos, etc. Da dificuldade do brasileiro em ser formal.

Vale lembrar que lá, o Presidente é chamado de Monsieur le President. Só falta a reverência. Acho que tem.

Aí o FHC falou pros repórteres que o estavam entrevistando: no Brasil em uma entrevista com a imprensa por ex., o primeiro jornalista diz: Exmo. Sr Presidente, o segundo já cai prá Exmo. Presidente, no que o terceiro já diz, Presidente, e daí prá frente vira, ô Fernando por favor etc e tal. E concluiu. Não me importo, é normal, porque realmente a gente é muito mais informal. Cumprimentamos qualquer pessoa com um simples, oi? E fica tudo bem.

Aliás hoje em dia no Brasil, ser chamado de Senhor ou Senhora pode ser motivo pra briga ou inimizade...rss... Em um país de jovens como o nosso, ficou proibido envelhecer, ou ter cara de velho.
Eita peleja!!!






2 comentários:

  1. criola, se puder trocar a palavra vantagem, ( lei de Gerson, cigarro Vila Rica ) acho que fica melhor.Eder

    ResponderExcluir
  2. Brigadim pela dica. Troquei e ficou melhor sim.
    bjins

    ResponderExcluir

Se você não tem conta no google, é só clicar em 'anônimo' para enviar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...